Cidadeverde.com
Geral

Teresina tem cinco mortes no feriado prolongado; corpo achado carbonizado

Imprimir

Corpo foi encontrado carbonizado em uma casa na zona Leste (Foto: Clebson Lustosa/ TV Cidade Verde)

Cinco mortes foram registradas em Teresina durante o feriado prolongado que começou no Dia do Piauí, 19 de outubro. Os casos ocorreram nas zonas Sul, Norte e Leste.

O caso mais recente ocorreu na manhã deste domingo (21), no bairro Monte Verde, região da Grande Santa Maria da Codipi, zona Norte. Clemilson do Nascimento Vieira Monte, 25 anos, foi assassinado a tiros que atingiram a região dorsal e o maxilar. De acordo com a polícia, o jovem tinha antecendentes criminais por roubo e foi morto em via pública. 

Já na avenida Josué de Moura Santos, no bairro Pedra Mole, zona Leste, um senhor morreu carbonizado dentro de casa. De acordo com familiares, Raimundo Nonato, 48 anos, tinha problemas mentais e pode ter ateado fogo no próprio corpo. No entanto, as causas e circunstâncias da morte ainda serão esclarecidas. 

"Familiares contaram que ele tinha costume de colocar fogo em um matagal no quintal de casa e ontem pela manhã estava muito agitado. Ele foi queimado vivo e a suspeita é que o incêndio tenha sido intencional. Contudo não há indícios de homicídio e a causa da morte ainda será esclarecida", relataram policiais que atenderam a ocorrência. 

Corpo foi encontrado carbonizado em uma casa na zona Leste (Foto: Clebson Lustosa/ TV Cidade Verde)

O corpo de Raimundo Nonato foi encontrado na tarde de sábado (20) em meio a roupas e um colchão queimados. No mesmo dia, na zona Sul, o ajudante de pedreiro, Ronaldo Ribeiro Cardoso, foi perseguido e morto no bairro Portal da Alegria. O crime ocorreu na frente da irmã da vítima.

Jovem estava nesta moto com a irmã (Foto: PM-PI)

Já no feriado do Piauí (19), um idoso foi encontrado em uma casa na Rua 13 de Maio, no bairro Vermelha, zona Sul. Também pela manhã, o funcionário de condomínio residencial foi cruelmente assassinado na Vila Mandacaru, no bairro São João, zona Leste de Teresina. Antônio Francisco Pinheiro de Oliveira tinha marcas de tiros na nuca, cortes no pescoço e teve seu órgão genital decepado e colocado dentro do bolso da sua bermuda. 

Os casos não têm relação entre si e serão investigados pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). 

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Imprimir