Cidadeverde.com
Política

Firmino Filho responde Marden: "procura um bode expiatório"

Imprimir

Foto: Wilson Filho

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, reagiu as às declarações do deputado Marden Menezes sobre o "esvaziamento" do PSDB do Piauí. Segundo Marden, esse processo se deve a ação de alguns membros do próprio partido.

Para Firmino, depois do desempenho ruim do PSDB na eleição, Marden buscaria um "bode expiatório". O prefeito diz não ter vocação para esse papel.

Algumas lideranças tucanas ligadas ao prefeito, como o ex-prefeito Silvio Mendes, deixaram a sigla para se filiar ao Progressistas. A mudança  foi vista como o estreitamento dos laços entre Firmino Filho e o senador Ciro Nogueira.

Segundo o prefeito, falta humildade à algumas lideranças do PSDB.

"A oposição murchou de tamanho, não conseguiu vencer as campanhas majoritárias. Escolheram a estratégia errada e agora no final do processo ao invés de reconhecer os erros do passado, procura algum tipo de bode expiatório. Isso é muito clássico. O Freitas Neto tem um manual que ele está escrevendo que fala de como perder eleições. Segundo ele, toda eleição tem um enredo. Não é processo simples. Tem começo, meio e fim. Essa eleição foi perdida quando se escolheu uma estratégia equivocada de se enfrentar o governo com uma oposição dividida, com uma estratégia baseada em uma candidatura do senado para depois se escolher a candidatura de governo. Depois se chegou ao que era esperado que é a derrota. Como a estratégia não deu certo, se procura um bode expiatório. É importante que essas pessoas tenham humildade de reconhecer os próprios erros, quando não se tem humildade não se aprende. Muitas pessoas insistem no erro e ficam surpresas de apenas encontrarem derrotas e insucesso ao longo da vida. É importante aprender com os erros e ter humildade", disse.

Apesar das dificuldades, Firmino diz acreditar que o partido vai superar as adversidades.

"Sempre sobrevive. O Heráclito tem uma frase que é genial. Ele diz que o fundo de poço da política tem uma mola. Sempre pode bater no fundo que depois volta".

Foto: Romulo Piauilino

Nesta manhã Firmino participou de uma missa em Ação de Graças em homenagem ao Dia do Idoso

Lídia Brito 
[email protected]

Imprimir