Cidadeverde.com
Últimas

Servidores técnicos da Ufpi paralisam atividades por dois dias

Imprimir

Servidores técnicos da Universidade Federal do Piauí (Ufpi) aderiram a mais uma paralisação nacional que acontece nesta quinta (25) e sexta-feira (26). A reivindicação é pela autonomia universitária. Em Teresina, 1.400 trabalhadores participam do movimento. 

"Nos dois dias vamos dialogar em defesa da democracia e autonomia universitária que está sendo fortemente atacada durante as campanhas eleitorais", disse André Gonçalves, presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Universidade Federal do Piauí (Sintufpi).

O  primeiro ato realizado pela categoria  foi uma panfletagem no portão da instituição nas primeiras horas da manhã de hoje. O ato contou com o apoio e participação de outras categorias como a ADUFPI – Associação dos Docentes da Universidade Federal do Piauí, que na ocasião representou o movimento estudantil, também participou do movimento  representantes da Frente de Defesa da Educação.

“A manhã de hoje foi de suma importância para mostrarmos para  a sociedade os reais motivos da nossa paralisação, dialogamos com a comunidade interna e externa sobre a importância da defesa da autonomia universitária e da democracia que está sendo ameaçada  nessas eleições presidenciais ”, afirmou André Gonçalves. 

Nesta quinta, às 18h, está prevista uma assembleia comuntária na Adufpi com a presença do reitor Arimatéa Dantas Lopes, além de representantes sindicais e políticos.

A direção do Sintufpi ressalta que a paralisação nacional se estende até essa sexta-feira (26) com aula pública no CCN, entre os blocos de física e matemática e o encerramento  será às 16h com ato de rua na Praça o Liceu Piauiense, no Centro da cidade.


Com informações Notícia da Manhã
[email protected]

Imprimir