Cidadeverde.com
Esporte

Medalhista nos últimos cinco mundiais, judoca Érika Miranda se aposenta

Imprimir

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Medalhista nos últimos cinco mundiais, a judoca brasiliense Érika Miranda anunciou nesta terça-feira (30) a sua aposentadoria, aos 31 anos de idade.

Foto: Foto: Paulo Pinto/CBJ

Érika decide parar a carreira mesmo vivendo bom momento no judô. Atualmente, ela é a quarta melhor atleta do mundo no peso meio-leve feminino (52 kg) segundo o Ranking da Federação Internacional de Judô.

"Hoje, com orgulho e emoção, venho despedir-me da minha carreira no judô, esporte pelo qual vivi todos os dias com empenho, disciplina, profissionalismo e renúncias. Mas, sobretudo, com amor e paixão", disse a atleta. "Há momentos na vida que somos compelidos a tomar decisões importantes e esta, sem dúvida, é a mais difícil para mim."

Érika Miranda conquistou sua primeira medalha em Mundiais no Rio de Janeiro, em 2013. De lá para cá, faturou quatro bronzes nos torneios de 2014, 2015, 2017 e 2018, este último em Baku, no Azerbaijão, em setembro deste ano.

O resultado a colocou ao lado de Mayra Aguiar como recordistas de pódios mundiais no judô brasileiro.

A judoca também representou o Brasil em duas edições de Jogos Olímpicos: Londres-2012 e Rio-2016, no qual disputou o bronze e terminou em quinto lugar, sem melhor desempenho em Olimpíadas.

Imprimir