Cidadeverde.com
Esporte

Candidatos a titular, Dedé e Pablo negam disputa direta por vaga na seleção

Imprimir

Dois candidatos a ocupar um posto na zaga titular da seleção brasileira, Dedé e Pablo concederam entrevista coletiva neste domingo, em Londres, onde a equipe nacional realizou o primeiro treino após a vitória por 1 a 0 sobre o Uruguai, na última sexta-feira, no Emirates Stadium, na capital inglesa, onde curtiu uma folga no sábado. 

O treinamento serviu como preparação dos comandados do técnico Tite para o duelo diante de Camarões, na terça-feira, às 17h30 (de Brasília), no MK Stadium, palco da partida em Milton Keynes, cidade que fica a 75 quilômetros de Londres. Após a atividade, Dedé e Pablo falaram sobre este confronto e também negaram que estejam travando uma disputa direta por vaga no time titular da seleção.

"A gente não sabe ainda o que o Tite vai fazer. Eu e o Dedé somos amigos, nos conhecemos agora na seleção pessoalmente. São dois jogadores de muita qualidade. Então estamos trabalhando com muita humildade, muita seriedade, para quem tiver a oportunidade dar conta do recado", afirmou o zagueiro Pablo, que hoje defende o Bordeaux, da França.

Tite vem mantendo Marquinhos como um dos seus titulares da zaga da seleção e revezando outros jogadores como parceiros de defesa do jogador do Paris Saint-Germain nos confrontos que o Brasil fez após a Copa do Mundo da Rússia. E Dedé, que nesta temporada foi um dos principais nomes do Cruzeiro que faturou o título da Copa do Brasil, também exibiu humildade ao ser questionado sobre a sua luta para ser titular da seleção.

"Não vim brigar pela posição com ninguém, o Pablo está aqui por méritos, e com certeza sonhando, como eu. Mas certamente ele tem capacidade de jogar, de ajudar os companheiros, como eu e qualquer outro. Já tive oportunidade de jogar com Thiago Silva um pouco, joguei com Marquinhos por meio tempo e cheguei a treinar bastante com o Miranda. E se tiver uma oportunidade de atuar com quem eu não joguei, ou com Pablo ou Miranda, será especial para mim e você fazer de tudo para ajudá-los, com minha maior determinação, humildade... Não considero o Pablo um concorrente não, pelo contrário, considero um amigo e um companheiro de seleção", ressaltou o defensor cruzeirense.

Neste domingo, os jogadores que foram titulares na partida de sexta-feira contra os uruguaios fizeram apenas um trabalho regenerativo na academia do MK Dons, time que é proprietário do MK Stadium. Já o restante do grupo foi para o campo treinar sob os comandos de Tite e seus auxiliares. Após o aquecimento, disputaram uma série de atividades em campo reduzido e com bastante intensidade, segundo informou o site oficial da CBF.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir