Cidadeverde.com
Economia

Precisamos racionalizar a gestão do poder público, diz novo presidente do Sebrae

Imprimir

O novo presidente do Conselho Deliberativo do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) no Piauí, Freitas Neto, disse nesta terça-feira (20) que o Brasil precisa racionalizar a gestão do poder público em seus três níveis: federal, estadual e municipal. Segundo ele, que ficará à frente do colegiado até 2022, o país precisa estancar a onda de desemprego e melhorar o ambiente de negócio.

"Precisamos racionalizar a gestão do poder público, melhorar o ambiente de negócio. Os empresários se queixam muito da relação com os poderes públicos. Eu quero que o presidente acerte e retomemos o crescimento e assim acabar com o desemprego", afirmou durante entrevista à  TV Cidade Verde.

Freitas Neto - que já foi governador, senador, deputado estadual e federal - assumirá o cargo ocupado hoje pelo empresário Evandro Cosme. Para ele, aos desafios não são tantos, já que o Sebrae é uma instituição reconhecida. "O Sebrae prepara muita gente para tocar seu próprio negócio. O desafio não é maior porque conheço a equipe técnica do Sebrae. É uma instituição de conceito no Brasil e no Piauí", destaca.

Sobre a nova missão, o presidente eleito disse ainda que vai se reunir com a atual direção para saber o que vinha sendo executado e os projetos futuros.

"Vamos verificar o que está sendo executado e também aquilo que está preparado. O Sebrae não vive de improviso. Vamos verificar as pretensões que chegam e vamos atuar de acordo com as demandas do Estado", finalizou.

Na eleição, foi escolhida também a diretoria executiva da instituição para o quadriênio 2019/2022. Na Superintendência, permanece o advogado Mário Lacerda. O bacharel em Ciências Contábeis, Delano Rocha, foi reconduzido à Diretoria Técnica. O advogado Júlio César de Carvalho Lima Filho assumirá a Diretoria Administrativo-Financeira, substituindo o empresário Ulysses Moraes.

Foto: Catarina Malheiros

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Tags: Sebrae
Imprimir