Cidadeverde.com
Geral

Professora do Piauí vence prêmio internacional por pesquisa

Imprimir

A professora do Centro de Formação Antonino Freire, Silvia Costa, venceu o Prêmio Anual de Orientação a Estudantes de Pós-graduação Timothy Dow Adams 2018 Award, concedido pela Associação Internacional de Autobiografia, que promove  a participação de acadêmicos das Américas. Esta é a primeira vez que um estudante brasileiro tem este reconhecimento diante da sociedade científica mundial.

Silvia é estudante do curso de doutorado do Programa de Pós-graduação em Letras (PPGL) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). A professora foi contemplada com o Edital de afastamento pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc) em 2017 e já está fazendo doutorado sanduíche na Universidade de Málaga, na Espanha.

A láurea só foi possível porque Silvia Costa apresentou seu projeto de pesquisa no Congresso Internacional Bienal XI IABA BRASIL 2018 – Vidas Secretas: esconder, revelar e pertencer, que ocorreu de 11 a 15 de julho deste ano, na Universidade Federal de São João del Rei, em Minas Gerais.

Ela havia sido convidada no dia 2 de maio, por e-mail, pela docente Ricia Chansky, da Universidade de Alberta, no Canadá, membro do evento, para apresentar uma fala breve em uma mesa-redonda, enquanto estudante de pós-graduação, sobre os "Desafios e Potencialidades de Pesquisar Testemunho em Colaboração".

Silvia Costa foi informada sobre o prêmio em maio deste ano e recebeu certificado e cheque de $ 500 em 13 de julho. "Segundo Ricia, meu trabalho foi escolhido porque representou potencial para contribuir com pesquisas na área da revista; para os editores, pareceu, particularmente, bem posicionado para a extensão do estudo.”, conta a doutoranda.

A dedicação ao projeto a fez esquecer de divulgar a condecoração. “Não me atentei à divulgação na época. Foram muitas atividades realizadas durante este período. Tive que dar conta de prazos e de documentos. Então o fato foi passando. Só recente uma amiga sugeriu que eu informasse à comunidade universitária da UFPB.”

Aluna desde 2017 do PPGL, começou em outubro estágio doutoral na Universidade de Málaga, na Espanha, após ser selecionada para uma bolsa do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior da Capes. Retornará ao Brasil em setembro de 2019.

“Estou pesquisando fontes, fazendo leituras e anotações e recebendo orientações da Ana Marinho Lúcio, da UFPB, e de Manuel Alberca e de Belén Molina, ambos da Universidade de Málaga, para a escrita da tese”. A previsão é de que a conclusão do curso deve ocorrer início de 2021.

Governo do Piauí incentiva professores à pós-graduação

Anualmente, a Seduc lança editais de afastamento para mestrado e doutorado disponibilizando cerca de 100 vagas para o programa. A coordenadora do Setor de Afastamento para Estudos Stricto Sensu do Estado, Franciane Sousa, revela que os professores são selecionados por uma comissão composta por vários órgãos.

"No edital deste ano, foram selecionados 40 professores, entre eles cinco para doutorado e 35 para mestrado. Onze desses professores farão os cursos fora dos Piauí e por isso necessitam de um decreto assinado pelo governador. Os outros 29 cursarão no próprio Estado com a portaria assinada pelo secretário da Educação", explica a coordenadora.

Os editais contemplam professores aprovados para mestrado ou doutorado permitindo que eles possam se afastar das atividades laborais para cursar pós-graduação stricto sensu (mestrado, doutorado) e pós-doutorado, dentro e fora do Estado, por meio de programas reconhecidos pela Capes/MEC. Os salários dos professores, caso não estejam em estágio probatório, se transformam em bolsas de estudo, permitindo que os mesmos se dediquem aos estudos.

 

Da redação
redacao@cidadeverde.com 

Imprimir