Cidadeverde.com
Geral

Jovem diz que R$ 3 mi em notas falsas seriam usados em clipe musical

Imprimir

Foto: Divulgação/Secretaria de Segurança Pública 

O jovem Artur Alencar Nascimento, dono do apartamento localizado na zona Leste da capital onde foram encontrados quase R$ 3 milhões em notas falsas, se apresentou ao 12º DP nessa terça-feira (20). 

Em depoimento, ele negou que tenha participado de um roubo a uma loja de celular e afirmou que usaria o dinheiro falso para gravar um clipe musical. O advogado de Artur, Jaylles Fenelon, conta que seu cliente é empresário e patrocina alguns músicos. 

O dinheiro seria usado na gravação do clipe de um MC pernambucano.

O delegado Ademar Canabrava, titular do 12º DP, disse ao Cidadeverde.com que já solicitou a prisão preventiva de Artur pelo crime de roubo a loja de celular. O jovem foi liberado porque o prazo de expirou. 

Artur é suspeito de, na companhia de dois parceiros, ir a uma loja de celulares e roubar mais de R$ 40 mil em celulares. O assalto aconteceu na semana passada. De acordo com o 12º DP, ao chegar no apartamento para prender o jovem, os policiais encontraram o dinheiro falso e vários cartões de crédito. 

O advogado de Artur nega a participação do jovem neste assalto. “Ele está sendo acusado porque um veiculo Golf que supostamente teria sido usado nesse roubo foi encontrado no condomínio em que ele mora. Mas esse carro não pertence e nunca pertenceu a ele. Não existe reconhecimento, filmagem, nenhuma pessoa dizendo que ele participou”, afirma Jaylles Fenelon. 

Ainda de acordo com o advogado, os cartões de créditos encontrados pela polícia são de uso pessoal de Artur. 

 

 

Izabella Pimentel
redacao@cidadeverde.com 

Imprimir