Cidadeverde.com
Esporte

Na despedida de Paquetá, Flamengo encara motivação do Atlético-PR

Imprimir

O Flamengo encara o Atlético-PR neste sábado (1º), às 19h, no Maracanã, sem pretensões na última rodada do Campeonato Brasileiro. O time carioca já está com a vice-liderança assegurada e tem como principal atração a despedida de Lucas Paquetá.

O meio-campista acertou transferência para o Milan em outubro e fará, neste sábado, sua última partida pelo clube que o revelou. Ele, inclusive, volta ao time titular depois de cumprir suspensão na vitória do Flamengo sobre o Cruzeiro por 2 a 0.

"Conversei com minha esposa e minha mãe que estou com medo de deixar o Flamengo, uma sensação que nunca vivi. Tenho amor a essa camisa e sempre fui feliz jogando aqui. Saio com aquela dorzinha de deixar a minha casa. Sabe? Mas com a certeza de que um dia voltarei", disse Paquetá em entrevista coletiva.

"São lembranças muito boas do meu primeiro dia entrando no CT para fazer teste com o professor Mauro Felix. E toda uma história construída", completou.

Sobre a partida deste sábado, último ato seu no Maracanã antes da despedida, disse que é o momento de ganhar mais três pontos para o Flamengo.

"Não me preocupo com chorar ou não. Apenas em viver o dia da melhor maneira possível. Dar o meu melhor, fazer a alegria da torcida e agradecer muito", completou.

A partida, no entanto, tem um valor maior para o Atlético-PR. A equipe ocupa o sétimo lugar, com 54 pontos, e tem chance de terminar o campeonato com uma vaga na Libertadores assegurada. Para isso, tem de derrotar os cariocas e torcer para o Atlético-MG (sexto colocado, com 56 pontos) não vencer o Botafogo no mesmo horário, em Belo Horizonte.

Ao mesmo tempo em que tem um importante confronto no Maracanã, o Atlético-PR pode ter alguns jogadores poupados por também estar na disputa da final da Copa Sul-Americana.

Na próxima quarta-feira, a equipe dirigida por Tiago Nunes enfrenta o Junior Barranquilla na primeira partida da decisão. O campeão do torneio continental também ganha vaga na Libertadores de 2019.

A Copa Sul-Americana é, inclusive, o motivo para as dúvidas na escalação do Atlético-PR. O time rubro-negro teve pouco tempo de preparação, pois a partida contra o Flamengo foi antecipada para sábado por causa de uma coincidência de local com o duelo entre Fluminense e América-MG, que se enfrentam no domingo também pelo Brasileiro.

"Para nós, foi ruim o jogo ser antecipado porque temos pouco tempo de recuperação. Nós temos que ter o foco total e ainda temos a crença de buscar a vaga na pré-Libertadores pelo Brasileiro", afirmou Tiago Nunes, referindo-se ao prazo de três dias de descanso desde o triunfo sobre o Fluminense, nesta quarta-feira (28), no Maracanã.

O treinador tem seus principais jogadores disponíveis para o confronto, mas a definição da escalação só deve sair momentos antes da partida. Do lado do Flamengo, a única dúvida está no ataque porque Vitinho sofreu uma torção no tornozelo durante os treinos da semana. Se não puder atuar, Berrío deve ser seu substituto.

MARCOS PEREIRA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) 

Imprimir