Cidadeverde.com
Viver Bem

Semente de abóbora pode melhorar a saúde da próstata

Imprimir

Imagem: Pixabay

Muitos homens têm problemas com a próstata à medida que envelhecem. Ela é uma glândula do tamanho de uma noz que produz sêmen. De acordo com um estudo de 2014, tanto o óleo de semente de abóbora como uma combinação de óleo de semente de abóbora e óleo de saw palmetto podem melhorar os sintomas de hiperplasia (aumento) benigna da próstata (HBP).

Os pesquisadores concluíram que ambos são tratamentos alternativos seguros e eficazes para a HBP. Uma teoria é que a dihidrotestosterona, um metabólito poderoso da testosterona, se acumula na próstata e faz com que ela cresça. Os fitoquímicos nas sementes de abóbora podem reduzir os efeitos da dihidrotestosterona na próstata. Eles também podem bloquear a conversão da testosterona em diidrotestosterona.

O zinco é fundamental para o funcionamento normal da glândula. Na verdade, uma próstata normal tem os mais altos níveis de zinco no corpo. Os resultados de um estudo de 2011 mostraram que tecido prostático maligno e tecido prostático de homens com HBP tinham significativamente menos zinco que o tecido normal da próstata.

O estudo também encontrou um aumento na excreção urinária de zinco. Sementes de abóbora são ricas nesse mineral e, uma xícara fornece quase a metade da dose diária recomendada (RDA). Elas também são ricas em fibras, contendo quase 12 gramas por xícara. O seu consumo excessivo pode causar gases e inchaço. A fibra ajuda a aumentar as fezes e previne a constipação em longo prazo, mas comer muitas sementes de abóbora de uma só vez pode causar constipação.

Ao consumi-las, tenha em mente que elas são ricas em calorias e gordura. Um copo contém cerca de 285 calorias e 12 gramas de gordura, portanto o seu consumo em excesso pode causar ganho de peso.

Se você adicioná-las à dieta para a saúde da próstata, poderá ver benefícios dentro de algumas semanas, mas não há garantias. Os resultados dependerão da sua situação de saúde, da frequência com que você come as sementes e da qualidade delas. No mínimo, você pode substituir lanches não saudáveis ??com elas e aproveitar a abundância de nutrientes presentes nas mesmas

Referência

Christudoss, P. ET al. Zinc status of patients with benign prostatic hyperplasia and prostate carcinoma, Indian J Urol. 2011 Jan-Mar; 27(1): 14–18.

Hong, H. ET al. Effects of pumpkin seed oil and saw palmetto oil in Korean men with symptomatic benign prostatic hyperplasia, Nutr Res Pract. 2009 Winter; 3(4): 323–327.
 

Fonte: Estadão Conteúdo 

Imprimir