Cidadeverde.com
Últimas

Moro diz esperar que Battisti seja encontrado e defende extradição

Imprimir

O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, lamentou nesta segunda-feira (17) que o italiano Cesare Battisti esteja foragido. O ex-juiz disse esperar que ele seja encontrado e defendeu a extradição.

Na sexta (14), o presidente Michel Temer assinou um decreto para extraditar o italiano de 63 anos que vivia em liberdade no Brasil desde 2010. Ele, que tem um mandado de prisão expedido pelo Supremo Tribunal Federal, agora é considerado foragido pela Justiça.

Moro argumentou que Battisti foi condenado por homicídios na Itália e que o Judiciário daquele país é considerado forte e independente.

"Não cabe ao Brasil ficar avaliando o mérito da condenação. Na minha avaliação, o asilo que foi concedido a ele anos atrás foi um asilo com motivações político partidárias", afirmou.

A decisão de autorizar a permanência de Battisti no Brasil foi tomada em 2010 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para Moro, a decisão foi revista em boa hora.

"Ele retornando à Itália, esperando que ele seja encontrado, cabe a ele levar as reclamações quanto a eventual injustiça da condenação para os órgãos de Justiça italianos, que têm plenas condições de decidir qualquer problema que tenha havido eventualmente na condenação", afirmou.

O futuro ministro disse que ainda não tomou posse e, por essa razão, não está sob sua responsabilidade o acompanhamento das buscas policiais por Battisti.

Fonte: Folhapress

Tags: Moro
Imprimir