Cidadeverde.com
Cidades

Moradores de Buriti dos Montes fecham PI-322 por paralisação de obra

Imprimir

 

Moradores do município de Buriti dos Montes (a 250 km de Teresina) fecharam a PI-322 em protesto na manhã desta quinta-feira(20) pela paralisação nas obras da rodovia, que faz divisa com o estado do Ceará. A construtora teve as máquinas retidas pelos manifestantes, que também queimaram pneus e troncos no local. 

Segundo o vice-prefeito da cidade, Ismael Soares, as máquinas estavam no local desde setembro. "Na véspera da eleição chegaram várias máquinas, como é uma promessa do primeiro mandato ainda do governador, a gente acreditava que agora estrada seria feita, mas estão é retirando as máquinas!", declara ao Cidadeverde.com.

Ele disse que são 19 quilômetros que liga o município até a divisa com o Ceará. "A parte cearense já foi feita há muito tempo, eles já estão é mexendo de novo, rebaixando mais as serras e aqui, só tivemos terraplanagem de 12 quilômetros na época do Wilson Martins e nada mais foi feito", afirmou o vice-prefeito. 

"A população tinha esperança que saísse, mas retirando as máquinas o povo se revoltou e não deixa ninguém passar. Ali o trânsito é grande de caminhões porque é um caminho mais curto para Fortaleza do que indo por Tianguá e só o trecho do Piauí é que é carroçal ainda", acrescenta Ismael Soares.


Os veículos estão tendo que retornar com o protesto

Resposta da Setrans

De acordo com o Secretário de Transportes do Estado (Setrans), Guilhermano Pires, a empresa entrou em recesso de final de ano e por isso estão recolhendo as máquinas. Quanto ao atraso na construção, já que uma ordem de serviço foi assinada ainda ano passado, ele destaca que a primeira empresa desistiu e uma nova licitação teve que ser feita. 

"A empresa que ganhou a licitação não começou as obras. Foi feita uma nova licitação e a segunda empresa se mobilizou e começou os trabalhos, mas foi na época do atraso do repasse do Finisa I (empréstimo do governo do Estado com a Caixa) e aguardava essa liberação, que deve sair até o dia 31 de dezembro. Mas, como eles estão em recesso, só devem retomar depois do dia 10 de janeiro", explica o secretário. 

Guilhermano Pires ressalta que essa obra é uma das prioridades para o novo mandato. "Esta obra vai sair, ela está na frente de muitas e está dentro do Finisa, é só aguardar o processo", finaliza. 


Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com

Imprimir