Cidadeverde.com
Geral

Primeira formatura de alunos da EJA é marcada por emoção

Imprimir

Fotos: Ascom/Seduc

A noite da turma ’Somos todos vencedores’ foi marcada por muita emoção durante a solenidade de formatura dos quarentas alunos do Ensino Médio do CEJA Professora Maria Rodrigues das Mercedes. A celebração aconteceu nesta sexta-feira (21) com a presença de professores, da comunidade escolar e familiares dos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Com o encerramento de um ciclo de aprendizagem da primeira turma EJA da escola, a diretora da escola Raimunda Pimentel destaca a noite como especial pela história de superação da turma.

"A colação de grau para eles, hoje, tem o valor de uma formação universitária, pois  ter acesso ao Ensino de Jovens e Adultos é uma vitória como o próprio nome da turma diz "Todos somos vencedores". Acompanhamos as dificuldades destes alunos que abandonaram os estudos por diversos motivos e retornaram à sala de aula e temos hoje muitas histórias de superação. Para a nossa escola é também uma vitória com a primeira formatura formada", disse Raimunda Pimentel.

Já a aluna Maria Elisangela celebra o importante momento para ela e a turma "todos que estão aqui lutaram muito para conseguir o diploma nesta noite. Eu lutei muito para chegar aqui e estou muito feliz por mais uma missão estar sendo cumprida", comemora.

No Piauí, a Educação de Jovens e Adultos (EJA) comemora bons resultados e avanços conseguidos nos últimos anos e concretizados em 2018. A diminuição do analfabetismo alicerçada nos investimentos em formação de professores, infraestrutura e busca ativa de alunos para retornarem à escola foram ferramentas utilizadas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), para essa elevação.

A diretora da EJA na Seduc, Conceição Andrade, ressaltou os investimentos na modalidade de ensino pelo Estado como essenciais para diminuir os índices de analfabetismo no Piauí.

"Tivemos um avanço significativo de 40 mil matrículas novas no ensino da EJA para 133 mil matrículas no biênio 2016/2017, e a diminuição de quatro pontos no índice de analfabetismo. Estes não são apenas números, representa o ingresso das pessoas nas universidades, nos cursos técnicos, melhorando sua condição de vida, então estamos colhendo os frutos dos alunos da EJA com aprovações e professores com destaques em todas as ações da Seduc", pontua a diretora.


Da redação
redacao@cidadeverde.com 

Imprimir