Cidadeverde.com
Entretenimento

Chamado de machista, Maluma convoca Anitta e Becky G para clipe-resposta

Imprimir

Fotos: Reprodução/instagram/@maluma

Após ser tachado de machista por aparecer cercado de mulheres de lingerie no clipe da música "Mala Mía", em agosto, o cantor colombiano Maluma lança vídeo-resposta, quatro meses depois, com uma nova versão da canção. 
Desta vez, a escolha foi dar voz a mulheres convocando duas cantoras, a brasileira Anitta e a americana de origem mexicana Becky G.

Enquanto Becky G conta que exagerou na tequila e beijou um cara e uma garota na mesma ocasião, Anitta fala que mulheres fazem sexo tão livremente quanto os homens. "Deixe de machismo, não me chame de cachorra se somos a mesma coisa", diz a carioca, em espanhol.

Lançada nesta sexta (21), a nova "Mala Mía", expressão que pode ser traduzida para o português como "mal aí" ou "foi mal", começa com Maluma narrando que foi chamado de machista por gente que dança ao som dele nas pistas.
O cantor vende a ideia de que é um sujeito invejado por muita gente que, ao mesmo tempo que o critica, tenta imitá-lo.

"Mira me estoy comiendo el mundo entero", canta, afirmando que está no topo da Terra.

O primeiro clipe beira 174 milhões de visualizações e o segundo, recém-lançado, atingiu 2,4 milhões de cliques em dois dias.

A parceria com Anitta também sela rumores de que a relação da dupla estaria estremecida desde que ele participou da música "Sim ou Não", há dois anos.

O acordo de promoção mútua entre ambos teria sido furado do lado colombiano, o que deixou Anitta chateada, já que ela circulou com Maluma para cima e para baixo quando ele veio ao Brasil.


Fonte: Folha Press

Imprimir