Cidadeverde.com
Geral

PRF pede atenção redobrada em trecho da BR-343 que estava interditado

Imprimir

O trecho da BR-343 - no sentido litoral - foi liberada após interdição parcial. No local, está em andamento a obra de construção de uma galeria e na tarde desta sexta-feira (28), a Polícia Rodoviária Federal informou que as duas vias, nos dois sentidos, continuarão sendo liberadas para evitar maiores transtornos aos condutores.  

A PRF pede atenção redobrada aos motoristas que precisam passar pelo trecho, porque o trânsito está um pouco lento, já que a pista não está asfaltada e requer maior atenção e redução de velocidade. A obra é de responsabilidade do Departamento de Estradas e Rodagem do Piauí.

A obra foi iniciada hoje, justamente no período em que o fluxo de veículos aumenta por causa do período do réveillon, onde muitas pessoas se deslocam ao litoral ou a outras cidades do estado. Pela manhã, ela estava sendo interditada no sentido Teresina-litoral, o que acabou gerando um maior transtorno aos condutores, visto o grande fluxo. Enquanto uma pista estava obstruída, foi aberta uma nova pista improvisada no acostamento, para que os veículos que estavam chegando a Teresina pudessem passar. No início da tarde, devido a lentidão que estava sendo causada com a interdição, decidiu-se liberar novamente as duas pistas.

O inspetor da PRF, Danilo Teive, informou em entrevista ao Jornal do Piauí, que a obra continuará seguindo. “A PRF conversou como o DER e DNIT e pediu pelo menos para que fosse diminuído esse constrangimento para os motoristas daqui. Então a gente conseguiu liberar pelo menos sempre as duas faixas dos dois lados, 

“Uma nova etapa vai começar na próxima semana, que é importante e a gente precisa ressaltar que é essencial porque essa via já foi obstruída algumas vezes. E vai ser feita sim, sempre obstruindo uma das faixas e deixando outra liberada para poder diminuir os transtornos”, complementou o inspetor.

Danilo Teive disse também que a partir das 15h serão retirados os cones da pista para que ela seja totalmente liberada.

Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com

 

Imprimir