Cidadeverde.com
Esporte

Temporada de maus resultados para o futebol piauiense

Imprimir

A temporada de 2018 foi uma das piores para o futebol piauiense ao longo dos anos, dentro e fora de campo. O Campeonato Estadual teve uma média de público das mais baixas já registradas em Teresina e nas outras sedes de jogos como Altos, Piripiri e Parnaíba. 

Foto - Eduardo Frota - Cidadeverde.com - Arquivo - Piauiense 2018

A competição terminou com Altos levantando a taça nas finais com o River em dois jogos: 0 x 0 em Teresina e vitória de 4 x 2 em Altos. Foi o triunfo do melhor time, não deixando dúvida sobre o seu desempenho técnico acima dos demais concorrentes.

Na Copa do Brasil o Parnahyba foi eliminado logo no primeiro jogo, ao empatar com o Coritiba no Albertão por 1 x 1. O time piauiense vencia por 1 x 0 e sofreu o gol do empate aos 52 minutos do segundo tempo. 

O acréscimo de 7 minutos foi considerado exagerado pela imprensa esportiva que realizou a cobertura do jogo. Altos conseguiu passar da primeira fase ao derrotar o Atlético de Goiás por 2 x 1, no Estádio Felipe Raulino.

No segundo jogo o time piauiense foi derrotado pelo Bragantino, na cidade de Bragança Paulista, por 1 x 0, sofrendo o gol aos 49 minutos do segundo tempo.

Na Copa do Nordeste o nosso futebol foi representado por Altos, que não conseguiu passar da primeira fase. Foi uma campanha medíocre, na qual o melhor resultado mesmo foi o empate de 2 x 2 com o Náutico, na Arena Pernambuco. Altos jogou muíto bem, abrindo um caminho de esperanças para os piauienses.

A Série D do Campeonato Brasileiro marcou mais uma frustração para a torcida piauiense. O 4 de Julho de Piripiri foi eliminado logo na primeira fase. Altos teve bons resultados nas duas primeiras fases. Até parecia que o campeão piauiense iria conseguir promoção para a Série C. 

Empatou com o Ferroviário em Fortaleza, mas foi derrotado em Altos, diante de sua entusiasmada torcida. O time cearense fez 2 x 0 nos primeiros minutos do jogo.

Altos reagiu e empatou em 2 x 0, porém sofreu dois gols nos instantes finais e perdeu por 4 x 2. Fim de linha para o futebol piauiense na Série D do Campeonato Brasileiro.

Ainda enfrentamos o velho problema dos estádios. O Lindolfo Monteiro ficou fechado durante a temporada e o Albertão funcionou precariamente, com espaço liberado apenas para 5 mil torcedores.

De bom mesmo, tivemos apenas o sucesso de muítos garotos piauienses atuando em vários clubes de outros Estados, inclusive em centros esportivos como Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. E as revelações do futebol feminino, com 3 jogadoras convocadas para seleções brasileiras: Adriana, Valéria e Júlia Beatriz.

E o pior aconteceu na reta final da temporada de 2018 com a morte do Presidente da Federação de Futebol do Piauí, Cesarino Oliveira, surpreendendo a todos. O mandatário federacionista estava bem, trabalhando normalmente. 

Após cumprir normalmente o expediente na FFP, foi prá casa, onde sofreu um desmaio e não se recuperou, apesar dos esforços médicos. Faleceu dois dias depois e o futebol piauiense terminou 2018 de luto.

Dídimo de Castro
didimodecastro@cidadeverde.com

Imprimir