Cidadeverde.com
Política

PT e PP fazem última reunião em busca de consenso

Imprimir

O Partido dos Trabalhadores (PT) e o Progressistas (PP) fazem a última reunião em busca de consenso na indicação de um nome para a disputa a presidência da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). O deputado Franzé Silva (PT) frisa que na eleição da mesa diretora da Casa não pode  ter vencedores ou vencidos. 

"Fizemos diversas reuniões esses meses [...] procuramos ontem (29), durante todo o dia, fazer essa articulação [...] assinamos uma chapa para ser registrada hoje (30), às 9h, que causará, certamente, alguns desconfortos também do lado de cá. Temos  que ter clareza é que tem que ceder do lado de cá e do lado de lá", disse o deputado, em entrevista ao Notícia da Manhã. 

O parlamentar diz que o PT seguirá unido e que há um acordo para a próxima eleição da mesa diretora da Casa. 

"Nesta eleição, o MDB que tem a maior bancada, indicaria o presidente; o PP e o PT- que têm o mesmo peso- indicariam a primeira vice-presidência e a primeira-secretaria e as demais indicações seriam dialogadas com o restante do partidos".

"Para o próximo biênio será um deputado que não é do MDB, nem será o deputado Themístocles Filho que vai procurar durante os dois anos se viabilizar entre seus pares para que a gente possa ter uma renovação a partir do próximo biênio", acrescenta o parlamentar. 

Para Franzé Silva, a eleição da mesa diretora tem causado um desgaste ao poder legislativo e o "povo do Piauí está cansado dessa pauta"

"Temos diversos assuntos de interesses da população que precisam ser articulados e conversados entre os parlamentares que vão assumir na sexta (01) os seus mandatos. Nesse processo, não pode ter vencedores e nem vencidos. Temos que ter  a clareza que 30 deputados chegam a um consenso para administrar a Casa, tocar os assuntos que interessam a população, mas dentro de um critério que é o peso de cada um dos partidos", finaliza Franzé Silva. 


Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir