Cidadeverde.com
Política

Governador reúne secretários e parlamentares para apresentar reforma

Imprimir

(Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com)

O governador Wellington Dias ( PT) apresenta nesta segunda-feira  ( 11) a proposta de reforma administrativa. Ele irá reunir o secretariado e aliados políticos para a apresentação oficial no Palácio de Karnak. Wellington afirma que irá ouvir os aliados e não descarta modificações diante das sugestões que serão recebidas. As informações foram dadas durante visita às obras do hospital materno infantil.

Para o governador, o principal objetivo da reforma é redução dos gastos. Ele pede compreensão dos aliados para a necessidade de cortes. 

"Vamos dialogar com a nossa equipe, parlamentares, vamos apresentar e ouvir críticas e sugestões. Às vezes há alguma coisa que não estamos vendo que é mais que uma reforma. É uma preocupação em adequar a estrutura administrativa do Estado com o programa de governo", disse. Ela é uma forma de atuar de forma moderna, de contenção de despesas preparando o Piauí para um 2019 que é um ano muito desafiador", disse o governador. 

(Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com)

"Estamos fazendo uma terceira etapa de modificação. Aquilo que era previsão total da despesa para 2019, pouco mais de R$ 9 bilhões, estamos trazendo para R$ 300 milhões a menos. É R$ 300 milhões de economia. Vamos acompanhar passo a passo o cumprimento dessa meta. Não perdemos a capacidade de investimento. Uma obra como a do Hospital Materno infantil é preciso ter dinheiro para contra-partida. É assim para outras obras e outras situações. É importante que todos entendam a necessidade de cortes ", completou Dias.

Na redução de despesas, o governador defende a necessidade de reforma da previdência.

"O déficit da previdência é um problema real do Piauí e do Brasil. Enquanto governadores, defendemos medidas para o equilíbrio e queremos entendimento. Não há apenas uma alternativa. É preciso se discutir no congresso todas as propostas. Os governadores sustentam a necessidade do equilíbrio sempre visando resultado de longo prazo. É preciso ter fundo Nacional para ter o equilíbrio", afirmou.

Osmar Junior no Governo

O governador não confirmou o possível convite para o ex-deputado Osmar Júnior ( PCdoB) assumir a secretaria de Governo.

"Estamos ouvindo. Depois da agenda de hoje, vamos concluir. Quem é governo tem que ter coragem de apresentar seus projetos e alternativas. Estarei aberto para receber as sugestões", disse.

O atual secretário Merlong Solano já avisou que deixará o cargo em breve. Ele deverá assumir como deputado federal em Brasília.


Flash Lídia Brito
redacao@cidadeverde.com

  • Untitled-8.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Untitled-7.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Untitled-6.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Untitled-5.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Untitled-4.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Untitled-3.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Untitled-2.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Untitled-1.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
Imprimir