Cidadeverde.com
Últimas

"Informação desencontrada" alerta CREA sobre situação das barragens no Estado

Imprimir

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Piauí (CREA-PI), Raimundo Ulisses, foi enfático em dizer que a atual situação das barragens do Estado é de "informação desencontrada". E, para esclarecer essa situação e buscar soluções concretas, o Simpósio Estadual de Barragens foi realizado hoje em Teresina.

"É preciso essa discussão. Existe hoje muita informação desencontrada. A nossa proposta é, concretamente, quais são as informações que temos hoje das barragens? qual a condição da estrutura física? o que existe hoje de manutenção? É necessário que a gente conheça de perto essa situação para que possamos sugerir condições de prevenção ou de melhoria dessas barragens", indagou Ulisses.

Realizado pelo CREA-PI e pela Caixa de Assistência dos Profissionais do CREA (Mútua), o evento não contou com a participação de órgãos importantes na discussão das barragens, como o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas - DNOCS.

"O DNOCS não participou do evento, mas informou que os seus técnicos estavam em campo fazendo esse levantamento das barragens e que assim que ficar pronto seria repassado ao CREA esse diagnóstico das barragens do Piauí", ressaltou o presidente do CREA.

"Já o Idepi (Instituto de Desenvolvimento do Piauí) participou, mas também não trouxe as informações precisas da situações das barragens. Eles falaram que estavam concluindo o levantamento para, com isso, nós termos condições reais de saber a situação da estrutura física das barragens", acrescentou Raimundo Ulisses em entrevista ao Jornal do Piauí. 

Ele reforçou que somente após a conclusão dos levantamentos do DNOCS e do IDEPI que será possível buscar por soluções. 

Ulisses destacou que ter informações precisas da estrutura física é importante também para saber dos possíveis rompimentos.

"Caso uma barragem rompa, quem ela vai atingir? como será? quais ações para antever esse rompimento e que possa comunicar a sociedade? Como treinar a população para isso? É uma série de perguntas que precisam ser respondidas? ", questionou.

Estiveram presentes no evento representantes da Mútua-PI, do Caoma do Ministério Público do Piauí, da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Idepi, OAB-PI, Seinfra, CGE-PI e Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM). 


Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

 

  • 66675326-1d52-4abd-88f5-7b7cf548acd9.jpg CREA/Divulgação
  • d32a3a91-80cb-41cc-9987-d702dcdb2670.jpg CREA/Divulgação
  • d4b589ef-9f39-414f-b627-6ace8e16737e.jpg CREA/Divulgação
  • bbb1cce9-3514-4fd4-b285-a6ba3b67f7ac.jpg CREA/Divulgação
  • 09502c43-e3a7-4475-a142-4e82591d103c.jpg CREA/Divulgação
  • 63acd2a0-2c24-43f1-9032-86af3831bfbe.jpg CREA/Divulgação
  • 8dd33309-4276-4f02-b1bb-9983e538ff6a.jpg CREA/Divulgação
  • 2c89b164-c178-4cd2-8a12-28286aa0e8ba.jpg CREA/Divulgação
Imprimir