Cidadeverde.com
Cidades

Com chuvas há três dias, Centro de Monitoramento emite alerta para Uruçuí

Imprimir

Foto: Facebook/Prefeitura de Uruçui

O Centro Nacional de Monitoramento em Desastres Naturais (Cemadem) fez um alerta ao município de Uruçui, a 453 km de Teresina, para o possível acúmulo de água das chuvas, podendo gerar alagamentos.  A informação foi confirmada ao Cidadeverde.com pelo diretor estadual da Defesa Civil, Vitorino Tavares. As chuvas caem no município desde sexta (22) de maneira continuada. 

“O Cemadem deu conta do acumulado de chuva com risco moderado na ordem de 120 milímetros, nessas 24 horas, afetando principalmente os bairros Araras, Areias e Boa Esperança”, explicou o diretor.

“Diante disso, foi feito um alerta e enviamos à Comissão Municipal de Defesa Civil e ela está de sobreaviso para colaborar em algum evento que porventura venha causar problemas no município. Essa é a realidade hoje”, ressaltou Tavares.

O morador Francisco Borges relatou ao Cidadeverde.com que o município está há três dias com chuva.

“Não alagou aqui. Não é tão fácil de alagamento. As chuvas são tranquilas, sem muito vento, poucos raios e trovões, mas são demoradas. Ontem começou às 3 horas da manhã e foi até o meio-dia. Hoje começou umas 2 horas e continua chovendo, mas uma chuva bastante moderada”, disse Borges. 

O professor de climatologia, Werton Costa, explicou que o volume de 120mm é expressivo. 

“Você tem Uruçuí na calha do Rio Parnaíba; uma área muito baixa. Mas, 120 mm, pode provocar aquele transtorno inicial, alagamento se a cidade tiver problemas com drenagem. Depois disso, vai se estabilizando".

"Se já estava chovendo e a cidade vinha acumulando água, e vai continuar chovendo, naturalmente o cenário é preocupante porque, a exemplo como ocorreu em Parnaíba, o solo tem uma capacidade de absorção de água, mas chega um momento que ele encharca, fica saturando, e toda e qualquer chuva que ocorra inunda, provoca um alagamento”. Por isso, as áreas de risco dessas cidades ficam tensas por causa dessa humildade do solo, dificultando a mobilidade de pessoas e de veículos, e complicações sanitárias.  

As últimas chuvas vêm provocando alagamentos em Teresina e Parnaíba. No litoral, famílias estão desabrigadas porque as águas invadiram suas casas.  

Em Parnaíba, pelo menos 11 bairros estão em situação crítica. Há mais e 104 famílias desabrigadas, parte delas estão em abrigos oferecidos pela poder executivo municipal e a outras foram recebida por familiares em suas residências. 


Carlienne Carpaso
[email protected]

 

Imprimir