Cidadeverde.com
Economia

Serasa deve digitalizar canais de correções aos consumidores no Piauí

Imprimir

Valter Campanato/Agência Brasil

O Serasa assinou termo de ajustamento de conduta no qual se comprometeu a disponibilizar aos piauienses canais de atendimentos presencial e eletrônico. O acordo foi firmado junto ao Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) e está em curso na 3ª Vara Cível da Comarca de Teresina.

Além dessas modalidades, o Serasa deve ainda oferecer o atendimento por meio da carta e canal direto com o Procon.

O objetivo dessas medidas é facilitar aos cidadãos a oportunidade de apresentarem ao Serasa um requerimento para correção de informações em seus cadastros de inadimplentes junto à empresa. Se for confirmada que as informações estão incorretas, o Serasa terá o prazo de cinco dias úteis para fazer a retificação dos dados.

Em relação aos pontos de atendimentos, o Serasa oferecerá três formas. Na primeira, os cidadãos podem se dirigir a agências da Confederação de Dirigentes Lojistas sediadas em vários municípios do Piauí e que estão conveniadas com o Serasa. A segunda opção é por meio de canal eletrônico, e-mail corporativo, site ou aplicativos oficiais da Serasa, modalidade que ainda será implantada. 

Outro compromisso assumido pelo Serasa é a execução de um projeto de educação financeira a ser custeado, produzido e divulgado pela empresa, tendo como público alvo a população do Piauí.

De acordo com o Ministperio Público do Piauí, o descumprimento do termo de ajustamento pela Serasa acarretará a imposição de multa no valor de R$ 5.000,00, por cada ação não cumprida. Os valores que vierem a ser arrecadados serão destinados ao Fundo Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor, para execução de políticas públicas voltadas aos consumidores piauienses.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

 

Imprimir