Cidadeverde.com
Geral

Irmãos confessam que mataram para vingar tentativa de estupro da mãe

Imprimir

Foto: arquivo Cidadeverde.com

O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) elucidou a morte de Antônio Francisco Pinheiro de Oliveira, 37 anos, que trabalhava como serviços gerais de um condomínio residencial, na zona Leste de Teresina. Ele foi assassinado em março de 2018, na Vila Mandacaru, e teve o órgão genital decepado. Nesta quarta-feira (24), os irmãos Francisco de Assis da Silva Borges e Alan Pedrino da Silva Borges foram presos suspeitos do crime. 

A investigação apontou que a vítima teria tentado estuprar a mãe dos suspeitos que cometeram o homicídio para "honrar a mãe". 

"A mãe dos suspeitos trabalhava em um bar na avenida dos Ipês. Antônio Francisco parou no bar pra comprar água e como a mulher estava só, tentou estuprá-la. Mas a mesma se desvencilhou. Ele pegou um mototáxi e foi embora. Contudo, resolveu voltar e acabou sendo assassinado. O órgão foi decepado por ter essa relação com a tentativa de estupro", apurou o Cidadeverde.com. 

Os irmãos, que já tinham antecedentes criminais, confessaram o crime e a motivação. Um deles, inclusive, estava baleado na perna após um recente assalto.

O corpo de Antônio Francisco tinha três ferimentos na nuca compatíveis com arma de fogo, três cortes no pescoço,  dois nas laterais e um no meio, e o órgão genital decepado e colocado dentro do bolso da bermuda.

Francisco e Alan foram presos em cumprimento a mandado de prisão preventiva. Eles foram autuados por homicídio qualificado e vilipêndio a cadáver. 

 

Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir