Cidadeverde.com
Economia

Corretores de imóveis buscam conquistas em lançamento da Agenda Legislativa

Imprimir

Com o objetivo de discutir importantes projetos para a categoria dos corretores de imóveis, o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (CRECI/PI), Nogueira Neto, e o conselheiro federal Aluísio Sampaio participaram do lançamento da 7ª edição da Agenda Legislativa dos Corretos de Imóveis que visa discutir os projetos de lei, de interesse da categoria, que estão em fase de tramitação no Congresso Nacional. A publicação foi entregue em mãos, pelas lideranças do Sistema Cofeci-Creci, a cerca de 40 deputados e senadores que prestigiaram a cerimônia.

Ao todo, a Agenda reúne 54 Projetos de Lei que tramitam no parlamento brasileiro. Entre os temas mais relevantes estão: regime tributário para os profissionais imobiliários, regras para financiamentos de imóveis, redução de carência para uso do FGTS e valorização da profissão de corretor de imóveis. 

Para o presidente do Creci-PI, Nogueira Neto, a iniciativa representa uma importante ferramenta para que os corretores possam acompanhar as ações do Congresso em benefício da categoria. “A agenda é de grande importância para que os profissionais acompanhem o que os parlamentares estão desenvolvendo com o objetivo de buscar melhores condições para a categoria e o mercado imobiliário”, destacou o presidente.  

 “Outro ponto importante é que por meio da agenda teremos a possibilidade de dialogar de forma mais efetiva com o Congresso Nacional em busca do fortalecimento da Lei de Registro (n° a6.530/78), que regulamenta a profissão de Corretor de Imóveis no Brasil e disciplina o funcionamento de seus órgãos de fiscalização”, disse Nogueira Neto, presidente do Creci-PI.

Para o conselheiro federal Aluísio Sampaio, a apresentação da agenda aos deputados e senadores é importante porque é uma maneira de dialogar sobre as pautas do mercado imobiliário. “Expomos nossa postura em relação aos projetos que impactam no desempenho do setor imobiliário e buscamos apoio para aprovação dos que são necessários para o desenvolvimento do nosso mercado”, explica.  

O Sistema Cofeci-Creci aponta se as propostas listadas na agenda são favoráveis ou não, justificando o posicionamento, sempre considerando o impacto que causará para o corretor de imóveis, o setor, a economia e a sociedade brasileira.


Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Imprimir