Cidadeverde.com
Esporte

Atlético-MG busca reação contra o bom momento do Flamengo

Imprimir

Atlético-MG e Flamengo fazem neste sábado (18), a partir das 19h, no estádio Independência, um dos clássicos de maior rivalidade do Brasil. Mineiros e cariocas, que protagonizaram grandes momentos durante a década de 1980, jogam em Belo Horizonte na abertura da quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

Foto - Alexandre Vidal / Flamengo

O Atlético, que teve 100% de aproveitamento até a terceira rodada, precisa se recuperar. O time dirigido interinamente por Rodrigo Santana foi derrotado pelo Palmeiras por 2 a 0, no Mineirão, na rodada passada. Com um triunfo, a equipe alvinegra -quarta colocada, com nove pontos- pode até fechar a rodada na liderança.

Já o Flamengo não somou tantos pontos em seus primeiros jogos, mas está em um de seus melhores momentos na temporada.

Em uma semana, o time dirigido por Abel Braga garantiu classificação na Libertadores, venceu uma partida em casa pelo Brasileiro (contra a Chapecoense) e bateu o Corinthians fora, na primeira partida das oitavas da Copa do Brasil.

Com sete pontos, ocupando o sétimo lugar, o Flamengo tenta aproveitar a boa fase para evitar a disparada de seus concorrentes no Brasileiro. Além disso, como a Libertadores só voltará a ser disputada após a pausa para a Copa América, os rubro-negros estão em uma época pouco engarrafada em relação ao calendário.

Para encarar o Flamengo, o Atlético não poderá contar com o lateral Fábio Santos e o atacante Geuvânio, que saíram contundidos do empate sem gols com o Santos pela Copa do Brasil na última quarta-feira (15). Patric assume a lateral esquerda improvisadamente.

No meio-campo, Cazares volta ao time titular após se recuperar de uma lesão que o afastou dos gramados desde a final do Campeonato Mineiro. Contra o Santos, ele já havia entrado no segundo tempo.

"Ele é um jogador de criação que todo mundo cobra, jogador de último passe que a gente tanto precisa. Mas precisamos de cuidado para não estourá-lo", afirmou Rodrigo Santana sobre o meia equatoriano.

No Flamengo, o time deve ser o mesmo que derrotou os corintianos na quarta passada. O desfalque importante é o meio-campista Diego, que terá de cumprir suspensão automático por acumular três cartões amarelos.

Com isso, Everton Ribeiro e Arrascaeta seguem como os principais responsáveis pela armação do ataque rubro-negro. Outra aposta de Abel Braga é o volante Willian Arão, que marcou o gol da vitória sobre os corintianos.

"Uma das maiores críticas que recebo é pelo Arão, mas eu não vou tirar ele do time porque ele dá equilíbrio ao meu time", explicou Abel Braga.

Fonte: Folhapress

Imprimir