Cidadeverde.com
Entretenimento

Entrecultura na Praça traz Ivan Silva, Caju Pinga Fogo e Zaqueu do Acordeon na Pedro II

Imprimir

Foto: Divulgação

A Praça Pedro II éum dos lugares mais importantes da cidade de Teresina no que diz respeito à disseminação da cultura. Não bastasse o fato de reunir em seu entorno um complexo cultural (Theatro4 de Setembro, Central de Artesanato Mestre Dezinho e Club dos Diários), a praça fica no coração do Centro, sendo assim um local de passagem e parada de cidadãos de todas as classes sociais. É por ter esse caráter democrático e acessível que a Praça Pedro II foi escolhida para receber o Entrecultura na Praça, cuja edição Arrasta Pé acontece nesta sexta-feira (14), a partir das 19h. Em clima de São João, o Entrecultura leva ao palco o sanfoneiro Ivan Silva, Zaqueu do Acordeon e a Banda de Pífanos Caju Pinga Fogo. O projeto, que cada vez se desenvolve mais, traz algumas novidades.

O Entrecultura na Praça surgiu no final do ano passado, e já realizou as edições Jazz e Chorinho, além de duas noites de shows incluídos na programação do The Vejo no Centro, todos esses eventos com bandas e artistas autorais piauienses. A iniciativa veio quando Mariana Paz, diretora do site Entrecultura,resolveu lançar mão de toda a sua experiência com produção cultural para pensar uma proposta que fomentasse a arte, a cultura e a economia no centro histórico da cidade.

“É um projeto bem sucedido e inovador e cumpre com o propósito do Entrecultura, que é ajudar a incluir e apoiar a cena independente e conseguir ferramentas e soluções para que o empreendedorismo cultural aconteça da melhor forma. É um evento para celebrar nossa cultura e é um momento prazeroso de encontro. É um projeto que consegue fazer inclusão social através da cultura e do lazer, consegue apoiar a diversidade de forma acessível e sem restrições. É um presente para todos, é nossa maneira de empreender e buscar ações que possam contribuir para o cenário artístico cultural”, destaca Mariana.

Quem abre os trabalhos no palco do Entrecultura às 19h é o sanfoneiro Ivan Silva. O músico se apresenta com artistas locais renomados, já se tocou como solista em concertos com a Orquestra Sinfônica de Teresina e também atua nos palcos em carreira solo. É professor de acordeon, regente da Orquestra Sanfonica de Teresina, e com vinte anos de carreira, já lançou dois CDs e um DVD.

Em seguida, às 20h30, quem chega é a banda Caju Pinga Fogo. Criada em 2016 debaixo de um pé de caju, a banda reúne Marcus Sousa (Maguim do Pife) e Leo Mesquita no pífano, Tauana Queiroz na zabumba e percussão, Rafaela Gomes na percussão e na dança e Javé Montuchô na caixa e percussão, tendo como principal influência os grupos tradicionais de Pífano do Nordeste, como a Banda de Pífanos de Caruaru (PE), Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto (CE), Zabé da Loca (PB), entre outros. O grupo já se apresentou em eventos como, Festival de Inverno de Pedro II, BarraJazz, Salipi, Sanfonia, Boca da Noite, Bienal da UNE (Salvador-BA) e acaba de lançar o primeiro álbum, Rosa Dos Ventos.

Para fechar a festa, sobe ao palco, às 22h Zaqueu do Acordeon. Sanfoneiro autodidata, Zaqueu foi descoberto ainda na adolescência pela atriz Regina Duarte, que o viu tocar quando veio se apresentar em Teresina e resolveu apoiá-lo. Ela o levou a São Paulo (SP), onde ele fez alguns shows. O acordeon usado por Zaqueu até hoje é presente da atriz, que foi escolhido por Zaqueu na companhia do mestre Dominguinhos. Em sua trajetória, Zaqueu Sousa já passou pelas bandas Cochá (tocando teclado), Valor de Pi, e atualmente, além de ter se firmado com sua carreira solo, toca com Wanya Sales e Beto Boreno no projeto Três Contigo, e está em turnê com o projeto Melhor de Três.

Entre na Cena
Uma das grandes novidades da edição Arrasta Pé é o “Entre na Cena” uma ação que consistirá na instalação de uma pequena estrutura na Praça Pedro II, com um profissional cinegrafista e um editor de vídeo, que irão gravar e editar vídeos para artistas que desejarem falar de seus trabalhos, como forma de potencializar a divulgação. É um portfólio virtual, que será postado nas mídias do Entrecultura e disponibilizado para os artistas utilizarem da melhor forma. 

“Estamos com uma expectativa muito boa para essa ação inovadora, o ‘Entre na Cena’. Vamos disponibilizar um cinegrafista e um editor em um cenário bonito, que é a Praça Pedro II, que precisamos reconhecer como nosso patrimônio, enfim, nossa proposta é trazer soluções para o artista”, ressalta.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Imprimir