Cidadeverde.com
Entretenimento

Filho de Meghan Markle e príncipe Harry é batizado em cerimônia discreta

Imprimir

Foto: Instagram/sussexroyal

Archie Harrison Mountbatten-Windsor, filho do príncipe Harry com a ex-atriz Meghan Markle, foi batizado na manhã deste sábado (6) em cerimônia privada no Castelo de Windsor, mesmo local do casamento de seus pais. 

"O duque e a duquesa de Sussex estão tão felizes em compartilhar a alegria deste dia com os membros do povo que têm sido incriveis apoiadores desde o nascimento de seu filho. Eles agradecem a gentileza ao receber seu primeiro filho e por comemorarem esse momento especial", diz uma nota oficial da família real. "Sua Alteza Real se sente feliz por ter aproveitado este dia com a família e os padrinhos de Archie."

Restrito a 25 pessoas, o batismo foi acompanhado pelo príncipe William, 37, e Kate Middleton, 37. Os nomes dos padrinhos de Archie ainda não foram revelados, mas George Clooney já negou estar na lista.

A tenista americana Serena Williams, 37, amiga íntima do casal real, também declarou que não poderia comparecer ao batizado: "Não, eu estarei trabalhando no sábado. Ela [Meghan Markle] me entende", disse após a segunda rodada do torneiro de Wimbledon, em Londres. 

Sétimo na linha de sucessão ao trono britânico, Archie foi batizado pelo arcebispo de Canterbury, Justin Welby, no dia em que completa dois meses de idade. Segundo a nota oficial, ele vestiu uma réplica artesanal do vestido real de batismo que foi usado por crianças reais nos últimos 11 anos.

"O original Royal Christening Robe, feito de rendas Honiton forrado com cetim branco, foi encomendado pela rainha Victoria em 1841 e usado pela primeira vez pela filha mais velha. Subsequentemente, foi usado nos batismos reais das seguintes gerações, incluindo no batismo da rainha, seus filhos e netos até 2004, quando a rainha encomendou essa réplica feita à mão, para que a frágil aparência histórica fosse preservada e a tradição continuasse", finaliza a nota.

Uma legião de fãs da família real se reuniu em frente ao Castelo de Windsor para tentar acompanhar o batismo e, segundo a imprensa britânica, ficaram "desapontados" com o fato de não poderem assistir a cerimônia ou saberem mais detalhes sobre ela.

A decisão de manter o batismo privado foi criticada pela imprensa do Reino Unido, segundo a Reuters, uma vez que o casal usou fundos públicos para o casamento e para reformar a casa onde moram. No batizado dos três filhos de Príncipe William e Middleton, a imprensa teve locais específicos para ficar e a chegada à igreja pôde ser gravada.

Mesmo assim, Harry e Meghan disseram recentemente estarem "ansiosos para compartilhar algumas imagens" do batizado, que serão divulgadas pelo fotógrafo Chris Allerton, segundo um comunicado oficial.

 

Fonte: Folhapress 

Imprimir