Cidadeverde.com
Esporte

Jogadores e CT comemoram a conquista do mundial dos Estados Unidos

Imprimir

Em 1994 o Brasil estava completando 24 anos sem ganhar uma Copa do Mundo e a nossa Seleção partiu para os Estados Unidos diante da desconfiança dos torcedores.

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Acontecia uma tremenda má vontade da imprensa em relação ao técnico Carlos Alberto Parreira e ao coordenador Zagalo. 

Inicialmente porque a lista de jogadores convocados não atendia aos interesses estaduais e em seguida porque o sistema de jogo era considerado de "retranca". A campanha foi   tão forte que a torcida brasileira vaiava o técnico Parreira quando tinha o seu nome anunciado nos estádios. Foi marcação cerrada.

Com humildade e competência, Parreira, auxiliado por Zagalo, acertou em cheio. O escrete brasileiro jogou para ganhar a Copa do Mundo e ganhou. Nennhum adversário foi melhor do que o Brasil. 

Ganhamos com méritos indiscutíveis e as vitórias não foram mais amplas porque perdemos "gols feitos", inclusive na final com a Itália, dominada durante os 120 minutos de jogo, quando segurou o empate de 0 x 0, para perder nos pênaltis.

Anos após a conquista o técnico Carlos Alberto Parreira, em entrevista à Revista Placar, afirmou:

- Nosso esquema funcionou perfeitamente. As estatísticas de Moracy Santana(preparador físico) não mentem. Tivemos uma média de 6  chances reais de gols por partida.

Não seria exagero eu afirmar que Romário que fez 5 gols poderia ter terminado a Copa como artilheiro com 8 gols. Apesar do caldeirão que é treinar a Seleção,  nunca foi tão fácil ganhar uma Copa. 

Em nennhum jogo nossos adversários criaram mais chances de gols e ofereceram problemas ao Taffarel. Não sofremos pressão nenhuma vez. Foi um mundial sem sustos. Mesmo no jogo com a Itália criamos 5 chances, enquando eles só chegaram para valer uma vez, com o Massaro."

A campanha brasileira na Copa de 1994:

Brasil 2 x 0 Rússia - Brasil 3 x 0 Camarões - Brasil 1 x 1 Suécia - Brasil 1 x 0 Estados Unidos - Brasil 3 x 2 Holanda - Brasil 1 x 0 Suécia - Brasil 0 x 0 Itália.

Vitórias - 5; empates - 2; derrotas - zero; gols marcados - 11; gols sofridos - 3; saldo de gols - 8.

A formação que enfrentou a Itália na final: Taffarel; Jorginho (Cafu), Aldair, Márcio Santos e Branco; Mauro Silva, Dunga, Mazinho e Zinho (Viola); Romádio e Bebeto.

Consumada a conquista da Copa do Mundo, a imprensa que fazia oposição à Seleção Brasileira tratou de desmerecer o trabalho da Comissão Técnica, afirmando sempre que "Romário ganhou a Copa". O atacante foi brilhante, porém a conquista foi do conjunto de jogadores e dos dirigentes. 

Durante anos a mesma imprensa,derrotada nos campos americanos, insistiu em afirmar que "Foi a pior Seleção nas Copas". Piores foram as que não venceram.

O jogo final com a Itália foi realizado no dia 17 de julho de 1994.São decorridos 25 anos. Jogadores e comissão técnica estiveram reunidos comemorando o feito do futebol brasileiro com jogo na Granja Comary e jantar festivo. 

Eu tive o prazer de realizar a cobertura da Copa do Mundo dos Estados Unidos com boletins diários para a Rádio Pioneira e a TV Pioneira, hoje TV Cidade Verde.

Dídimo de Castro
didimodecastro@cidadeverde.com

Imprimir