Cidadeverde.com
Política

Deputados planejam fundir impostos para descomplicar tributos

Imprimir

Prevista para ser votada nos próximos meses de agosto ou setembro, a reforma Tributária tramita em projetos distintos na Câmara Federal e no Senado, e paralelamente é alvo de proposta própria do Ministério da Economia, elaborada por Paulo Guedes e equipe.

Em entrevista à TV Cidade Verde o líder do governo na Câmara, o deputado major Vitor Hugo disse que o governo deve trabalhar para harmonizar essas três propostas de maneira que as ideias se somem.

"É uma reforma estruturante, importantíssima, que junto com a revisão do pacto federativo vai fazer com que o Brasil efetivamente siga num novo patamar econômico, a contar também com os reflexos da reforma da Previdência”, destaca o deputado.

O projeto de emenda à Constituição (PEC) que tramita na Câmara propõe a fusão de impostos federais como PIS, COFIS e IPIs a imposto estadual, como o ICMS ou municipal ISS, resultando em um imposto unificado.

Segundo seus propositores a reforma busca reduzir as cargas tributárias e dividir de maneira mas eficiente os tributos entre os entes federativos em uma estrutura tributária "menos complexa, mais simples e menos onerosa para aquele que produz", aponta o major Vitor Hugo.

Valmir Macêdo (Com informações da TV Cidade Verde)
valmirmacedo@cidadeverde.com

Imprimir