Cidadeverde.com
Esporte

Lateral com multa de R$ 419 mi agrada em teste e surge como opção no Santos

Imprimir

O lateral-direito que o Santos ainda busca para o elenco pode estar mais próximo do que se imagina. O jovem Cadu, de 17 anos, foi titular no jogo-treino desta segunda (22), a vitória por 4 a 1 sobre o EC São Bernardo, e agradou. 

O garoto começa a ganhar espaço no elenco e pode surgir como opção ao capitão Victor Ferraz.

Cadu assinou seu primeiro contrato profissional com o Santos no ano passado, válido até o final de setembro de 2021, e a equipe da Vila Belmiro não economizou na multa rescisória do atleta -100 milhões de euros (cerca de R$ 419 milhões). O lateral acumula convocações para as seleções de base.

A vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo, no último domingo (21), foi o primeiro jogo em que Cadu foi relacionado pela equipe profissional. Sem Matheus Ribeiro, fora dos planos do técnico Jorge Sampaoli e que vem treinando em separado, o jovem começa a ganhar espaço no elenco.

Na partida do próximo domingo (28), contra o Avaí, às 16h, na Vila Belmiro, o lateral deve ir novamente para o banco de reservas e ser a primeira opção ao titular Victor Ferraz, poupado no último jogo. 

O zagueiro Lucas Veríssimo, que vem sendo utilizado como alternativa na função, está suspenso após ter sido expulso diante dos cariocas.

O Santos começou a temporada com Daniel Guedes como opção ao capitão, mas o jogador, atualmente no Goiás, não agradou o técnico Jorge Sampaoli, que liberou o lateral para procurar outro clube e pediu o retorno de Matheus Ribeiro, que estava emprestado ao Figueirense. No entanto, Matheus também não convenceu o argentino.

O Santos chegou a procurar Rodinei, do Flamengo, e Adriano, ex-Besiktas, para a posição, mas os negócios não evoluíram. Assim, Cadu surgiu como opção caseira à necessidade na função.

EDER TRASKINI
SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) 

Imprimir