Cidadeverde.com
Esporte

Velocidade dos jovens pode comprometer sequência de Hernanes e Pato no São Paulo

Imprimir

O São Paulo goleou a Chapecoense por 4 a 0 na segunda (22) à noite, no Morumbi. O resultado foi construído no segundo tempo muito por causa da velocidade dos jovens Antony, de 19 anos, e Toró, 20. 

Por isso, o estilo mais cadenciado dos badalados Hernanes e Pato pode começar a correr risco na equipe de Cuca para a sequência do Campeonato Brasileiro.

"O Pato não fez um jogo ruim, mas o time estava muito embolado por dentro. Ele foi mal no fim em um ou dois lances. É um jogador que a gente confia que vai ser um diferencial para nós. Foi uma opção, pensei no Toró pela velocidade para pegar a Chapecoense de surpresa", explicou Cuca.

"A gente estava trabalhando sério, duro, e ainda assim no futebol às vezes a vitória não vem. A gente fez um primeiro tempo buscando [o gol]. O gol não saiu. No segundo tempo, a gente manteve a pegada para fazer quatro gols para dar um basta nessa sequência de empates. No primeiro tempo, a gente começou um pouco apagado. Depois, tomamos conta", reconheceu Hernanes.

"Isso é um time, a ideia é entrar e ir bem. Estou muito feliz no São Paulo, feliz por quem entrou e fez gols. Quem joga no São Paulo tem de saber que é preciso trabalhar bastante para atingir o objetivo que é a vitória", disse Pato.

CUCA E A BUSCA POR UM LATERAL

Apesar de comemorar bastante o resultado, o treinador do São Paulo deixou claro que ainda espera a contratação de um lateral direito para o elenco ficar completo. "Não é dia de falar disso, mas a pergunta é boa [sobre a possibilidade de contratar um lateral]. Estamos em busca de um jogador para essa posição para fechar esse elenco", disse Cuca.

BONANÇA

Depois de uma semana conturbada após o clássico com o Palmeiras, o São Paulo pode respirar aliviado. A equipe agora está invicta há cinco partidas no Brasileirão, pulou sete posições na tabela (do 12º para o quinto lugar) e ainda celebra a renovação do contrato de Antony.

"Tinha muita coisa em jogo, não era só uma partida. Tinham sete posições em disputa, fomos de oito partidas sem vencer para cinco de invencibilidade. As coisas começam a se encaminhar para a gente. A vitória dá confiança e moral. Em qualquer setor é importante isso", disse Cuca.

DESFALQUES E PENDURADOS CONTRA O FLUMINENSE

Igor Vinícius, Igor Gomes e Hudson estão pendurados com dois cartões amarelos. O volante Liziero (entorse no tornozelo direito), Everton Felipe (tendinite no joelho esquerdo), Pablo (lesão no tornozelo direito) e Rojas (cirurgia no joelho direito) devem ser novamente os desfalques para o jogo de sábado contra o Fluminense.

BRUNO GROSSI E JOSÉ EDUARDO MARTINS
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)

Imprimir