Cidadeverde.com
Últimas

Polinter prende suspeito de vender carros furtados de locadoras no PI

Imprimir

Fotos: divulgação/Polinter

Um suspeito de comercializar carros furtados de locadores de Teresina foi preso nesta quinta (15) em um apartamento na zona Leste de Teresina, onde residia. O mandado de prisão preventiva contra Ítalo Santos Lima foi cumprido pela equipe da Delegacia de Polícia Interestadual - POLINTER. 

O coordenador da Polinter, delegado Éverton Férrer, explicou como o golpe era aplicado. "Uma pessoa alugava o carro em uma locadora e sumia com ele. Depois, 'esquentavam o veículo' com um documento falso no nome de uma terceira pessoa, 'um laranja', que, provavelmente, era alguém da quadrilha para negociar o carro com alguém de boa fé", disse. 

A locadora após perceber o furto, uma vez que o carro não era devolvido na data marcada, acionava a polícia e registrava um boletim de ocorrência. Com isso, o veículo passava a ter restrição de roubo/furto.  Os carros furtados eram vendidos em Teresina e no litoral piauiense. 

De acordo com as investigações, Ítalo foi apontado como o negociador. Ítalo teria negociado a venda de pelo menos dois carros no primeiro semestre deste ano. Na época, a Polinter chegou a pedir a preventiva do rapaz, mas o pedido foi negado.

Recentemente, duas pessoas foram presas em Parnaíba por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), ambas ligadas ao Ítalo. Diante desta nova situação, a Justiça determinou a preventiva dele, cumprido hoje. 

Outro detalhe percebido pela Polinter é que de que Ítalo alugou o apartamento com um nome falso. No momento da prisão, ele estava na companhia do João Pedro da Mata Guimarães, que foi preso em flagrante por uso de documento pessoal adulterado. Com João, os policiais localizaram uma pequena porção de maconha.  

No apartamento, os policiais também encontram mais de 40 chips para celulares e outros materiais que serão analisados. 

"A Polinter irá aprofundar as investigações e mais pessoas poderão ser presas. Os dois carros negociados pelo Ítalo foram restituídos a locadora e os 'clientes de boa fé' ficaram no prejuízo, infelizmente", relata o delegado, pedindo que os compradores de veículos redobrem a atenção antes de fechar uma compra, pois poderão cair em um golpe. 

O delegado ressalta que possíveis vítimas que reconhecerem Ítalo procurem a sede da Polinter, na zona Sudeste de Teresina, para ajudar nas investigações. A Polinter disponibiliza os números (86) 3216-5305 Plantão e (86) 99586-6531 Whatsapp para denúncias anônimas. 


Foto divulgada pela Polinter

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Imprimir