Cidadeverde.com
Entretenimento

Paulo Coelho pede perdão aos franceses por grosserias de Bolsonaro

Imprimir

 


Escritor brasileiro mundialmente conhecido, Paulo Coelho publicou um vídeo em seu perfil no Twitter pedindo desculpas ao povo francês por o que ele classificou como "grosserias" do presidente Jair Bolsonaro.

Paulo Coelho considerou que o presidente brasileiro desrespeitou a primeira-dama francesa, Brigitte Macron, com comentários ofensivos. 

Nos comentários do vídeo, as opiniões são divididas. Muitos brasileiros destacaram que Paulo Coelho não é o porta-voz do Brasil, portanto não deveria se posicionar. Outros defendem o escritor e agradecem pelas palavras de diplomacia. 

Paulo Coelho não foi o único a pedir desculpas pela fala do presidente Jair Bolsonaro. Gretchen também fez isso em suas redes sociais e a apresentadora Fátima Bernardes alfinetou Bolsonaro ao postar uma foto da biografia de Brigitte Macron.

Foto: Reprodução Instagram @ thebrigittestyle

Entenda o caso

Bolsonaro comentou um meme publicado por um seguidor, no qual ele compara a aparência das primeiras-damas Brigitte Macron e Michelle Bolsonaro. O presidente brasileiro respondeu "Não humilha, cara", seguido de risos.

O caso virou polêmica internacional. O presidente francês considerou o ato "triste" e declarou que o Brasil merece "um presidente à altura".

Brigitte Macron, 66 anos, era professora de Emmanuel Macron, 41 anos, quando ele era ainda adolescente. 

A diferença de idade, de 24 anos, é a mesma do casal Donald e Melania Trump, e próxima à diferença entre Bolsonaro e Michelle (27 anos).

Da Redação
[email protected]

Imprimir