Cidadeverde.com
Entretenimento

Roda de Poesia terá shows de Calebe e Gabriel Graúna na praça Pedro II

Imprimir
  • sarau7.jpg Arquivo Roda
  • sarau6.jpg Arquivo Roda
  • sarau5.jpg Arquivo Roda
  • sarau4.jpg Arquivo Roda
  • sarau3.jpg Arquivo Roda
  • sarau2.jpg Arquivo Roda
  • sarau1.jpg Arquivo Roda

A edição de setembro do Roda de Poesia Tensão, Tesão & Criação terá como atrações os shows de Calebe e Gabriel Graúna. O sarau acontece na sexta-feira (13), na praça Pedro II.  

Compositor, musicista e artista visual natural de Pernambuco, suas vertentes artísticas passeiam pelo samba rock, bossa, soul, reggae, samba, e R&B, com influências da música psicodélica progressiva.

Calebe já passou por projetos e bandas como Elo7 (2013); O Barba (2015); Orquestra Seletto (2011 a 2016). Foi finalista do Festival Chapadão, agora em 2019, e projeto Carnavalhame (2019).

O artista define seu trabalho como uma oscilação entre a nostalgia e o presente das situações concretas e abstratas, expresso nas ideias e perspectivas surrealistas que constroem as nossas realidades.

Calebe encerra a noite com um trabalho autoral forte e pulsante que promete marcar mais uma noite linda de poesia e resistência no Centro Histórico de Teresina, na praça Pedro II, com programação variada e gratuita, começando a partir das 17h53.

Cantor e compositor Calebe

Gabriel Graúna

A edição de setembro do Roda de Poesia Tensão, Tesão & Criação contará também com show do músico e compositor Gabriel Graúna. Atuando no cenário da música piauiense desde 2000, Gabriel começou a carreira com a banda Madame Baterflai, lançando CD’s e apresentações em festivais como Piauí Pop e Tribos Rock. 

Como compositor foi selecionado para a Bienal de Arte e Cultura da UNE, se apresentando no Circo Voador e Fundição Progresso, no Rio de Janeiro. Participou do projeto musical Fábula, banda de música étnica, gravando um álbum com a banda. 

Gabriel Graúna

Atualmente segue carreira Solo como Gabriel Graúna, homenagem a linda ave do sertão. Prepara o lançamento de seu primeiro EP, chamado “Caravela”, que será disponibilizado nas plataformas digitais. Um projeto com sonoridade doce, macia e picante. Com influências de Caetano, Jorge Bem e Zé Ramalho, suas composições possuem um DNA próprio com gosto da MPB dos bons tempos da Música Brasileira.

 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Imprimir