Cidadeverde.com
Geral

Dados on-line detectam até símbolos de facções de detentos

Imprimir
Até fevereiro, todas as unidades penitenciárias do Piauí vão receber computadores para atualizar on-line os cadastros dos presos. Será efetivado no Piauí o InfoPen (Sistema de Nacional de Informações Penitenciárias), anunciou a secretária da Justiça, Cléia Maia.
 
 
Com implantação do novo sistema, os prontuários dos detentos serão feitos por meio eletrônico, podendo ser acessados por qualquer autoridade policial e judicial do País, que tenham acesso ao InfoPen.
 
O treinamento para os agentes penitenciários que vão atualizar os cadastros dos mais de 2.300 internos foi realizado em dezembro, com cursos de capacitação ministrado por técnicos do Departamento Penitenciário Nacional.

A secretária Cléia Maia, disse que a colaboração do governo do Estado foi importante para viabilizar a aquisição dos 30 computadores que serão instalados em todas as unidades prisionais e na sede da Secretaria da Justiça para garantir a interligação de todas as unidades penais do Piauí ao InfoPen.
 
O Sistema vai constar as informações sobre todos os presos do país e permitirá a elaboração de diagnóstico penitenciário nacional, bem como a realização de políticas públicas mais efetivas para atendimento às pessoas presas.
 
Serão instalados dois computadores em cada unidade penitenciária do Piauí e dois na sede da Secretaria da Justiça, em que os servidores vão inserir os dados de cada detento.
 
A instalação da internet nos presídios do interior do Estado atende uma orientação do Conselho Nacional de Justiça, cujos membros visitaram o Piauí, em dezembro de 2008, durante a realização do Mutirão da Justiça. O novo sistema vai permitir o acesso on-line aos dados dos internos de cada unidade penitenciária.

 

Redação
[email protected]

Tags:
Imprimir