Cidadeverde.com
Últimas

PPP das Miniusinas será apresentada na Coreia do Sul

Imprimir

O projeto de parceria público-privada para implantação de oito Miniusinas de Energia Solar Fotovoltaica, estruturado pela Superintendência de Parcerias e Concessões do Estado (Suparc), será apresentado nesta terça e quarta-feira, 17 e 18 de setembro, a investidores durante o Global Green Hub Korea 2019, que reúne empresas de todo o mundo para apresentar projetos na área “verde”.

O evento acontecerá em Seul, capital da Coreia do Sul, e é promovido anualmente pela Kotra, agência do governo Coreano que tem como objetivo fomentar oportunidades existentes no mercado internacional para as empresas do país. São convidados a participar empresas que tem interesse em apresentar seus projetos para potenciais parceiros coreanos com o intuito de desenvolver projetos em conjunto.

A proposta de PPP do Piauí prevê a implantação de oito sistemas de minigeração de energia, com capacidade para 5Mw cada, para posterior injeção da produção na rede da concessionária de energia elétrica. O objetivo é incentivar a autossuficiência da Administração Pública estadual, a fim de que o Estado produza a sua própria energia e a lance na rede de distribuição para que seja compensada com o consumo pelos órgãos do governo, representando uma economia para a despesa pública.

O sistema de miniusinas já é aplicado em outros países e em algumas empresas privadas do Brasil, mas o Piauí será o primeiro estado a utilizar esse formato para o setor público. Segundo a coordenadora de projetos da Suparc, Érica Andrade, serão investidos mais de 200 milhões de reais, além de uma economia prevista de 16% das despesas com energia do Estado.

“Os projetos modelados pela PPP do Piauí também atendem aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Esse, por exemplo, atende aos objetivos de energia limpa, indústria, inovação e infraestrutura, além de consumo e produção responsáveis. Foram esses critérios e a modelagem pioneira, inclusive, que qualificaram o projeto para ser apresentado no Global Green Hub Korea”, acrescenta Érica Andrade.

 

redacao@cidadeverde.com

Imprimir