Cidadeverde.com
Geral

Pai acusado de estuprar os quatro filhos é preso por policiais de Timon

Imprimir

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

Atualizada às 14h35.

Um homem identificado como Alderli Sousa de Jesus, 32 anos, foi preso em sua casa no bairro Parque Alvorada, em Timon, acusado de estuprar seus quatro filhos. Ele era considerado foragido desde agosto do ano passado, quando foi expedido o mandado de prisão preventiva. 

O mandado foi cumprido pelos policiais do Grupo Pronto Emprego da Delegacia Regional de Timon, na manhã desta sexta-feira(20). 

De acordo com a delegada Mariely Vilhena, titular da delegacia da Mulher, o inquérito contra Alderli foi instaurado em março de 2018 e em junho entregue à Justiça. “O promotor solicitou a prisão dele em agosto e desde então se encontrava foragido”, explicou a delegada. 

Os crimes teriam ocorrido contra dois meninos e duas meninas. Dois de 8 anos, de mães diferentes, um de 11 e uma de 12 anos. 

“As duas meninas na época foram abrigadas e depois que o inquérito foi para a Justiça não sabemos mais para onde elas foram. Ele nega totalmente, mas agora com a prisão o processo vai voltar a andar”, declarou a delegada Mariely Vilhena. 

Foragido há um ano, o pai é suspeito de violentar as crianças dentro da própria residência. “Ele praticava os abusos sexuais dentro de casa, durante a noite, usando do poder paterno”, conta a delegada responsável pelo inquérito, Mariely Vilhena.

Alderli vivia com a mulher dos seus dois filhos menores e com os dois filhos do primeiro casamento no bairro Parque Alvorada, em Timon. Todos os quatro eram filhos biológicos dele. A mãe dos filhos menores, que morava com o marido, relatou à polícia desconhecer os abusos.

A polícia passou a investigar o pai após um dos quatro filhos relatar a uma tia que estava sendo abusado. A familiar procurou o Conselho Tutelar. Nos autos do inquérito que encontra-se na Justiça, exames de corpo de delito confirmaram estupro nas duas meninas. 

No momento da prisão nesta sexta-feira, Alderli tentou fugir mas foi capturado pelos policiais.  

Caroline Oliveira e Valmir Macêdo
redacao@cidadeverde.com

Imprimir