Cidadeverde.com
Geral

Jovem é suspeito de atropelar namorada e matar amiga após festa na zona Leste de Teresina

Imprimir

Foto: Josiane Sousa/ TV Cidade Verde

Carro teria sido usado pelo suspeito para atropelar a namorada e a amiga

Atualizada às 12h36

Duas amigas foram atropeladas, sendo que uma morreu, ao saírem de uma festa de casamento em um buffet na Avenida Homero Castelo Branco, na zona Leste de Teresina. O suspeito é Pablo Henrique Campos Santos namorado de uma das vítimas. O caso ocorreu na madrugada deste domingo (29). Ele foi autuado por feminicídio.

 

Anuxa teve fratura no fêmur e permanece internada

De acordo com testemunhas houve uma discussão entre Pablo e a namorada Anuxa Alencar. O suspeito teria saído da festa, pego o carro e aguardado Anuxa que saiu acompanhada da amiga identificada como Vanessa Carvalho, 27 anos. Ao avistá-las, Pablo teria jogado o carro contra as duas, sendo que Vanessa não resistiu aos ferimentos e morreu. Já a namorada do suspeito teve fratura e está internada. 

Foto: Reprodução Facebook Vanessa Carvalho

Vanessa saía com a amiga quando foi atropelada e morreu

Com sinais de embriaguez, Pablo foi localizado em casa e encaminhado à Central de Flagrantes de Teresina. 

DELEGADO TESTEMUNHOU CRIME

A festa de casamento era do irmão do delegado da Polícia Civil do Piauí Dyego Pascoal que foi testemunha ocular do caso. Ele conta que a discussão teria iniciado ainda dentro do buffet porque Anuxa teria dançado com outros rapazes.

"A menina parece que dançou com o cantor e outras pessoas. Ele ficou enciumado e começou a discussão que se estendeu para fora do buffet. Nesse momento, eu estava saindo e vi de longe. A namorada saiu e ele ficou na calçada. Fui em direção a eles e tinha mais um casal. Perguntei se estava tudo bem e o outro casal confirmou que sim e que a menina [Anuxa] tinha ido embora e o cara descido a rua, mas que iam tentar encontrá-lo. Fui me despedir do meu irmão e me deparei com ela voltando no carro e entregando para o Pablo, dizendo que ia com uma amiga. Ela saiu e atravessou a rua com a amiga. Ele pegou o carro, fez a curva e partiu em alta velocidade pra cima delas. As duas caíram já praticamente mortas", relatou Pascoal, atualmente lotado na cidade de Uruçuí. 

Para o delegado, o crime foi intencional e ocorreu na frente de várias testemunhas. O próprio delegado foi em busca do suspeito e acionou a Polícia Militar. 

"Ele pode alegar que não foi intencional, que foi um acidente, mas não foi. Eu e meu irmão testemunhamos, o segurança, a moça do buffet. Cerca de dez a 12 pessoas estavam do lado de fora e viram que ele pegou carreira no carro e foi pra passar em cima da companheira. Acabou batendo nas duas e foi embora. Foi direto pra casa dele e fomos na casa dele. Como estava em estado de flagrância, pedimos o pai dele para abrir a porta e o prendemos. Também levamos o carro apreendido", relatou o delegado. 


Delegado Dyego Pascoal que presenciou o crime

 

VELÓRIO

Após o atropelamento, uma equipe do Samu ainda chegou ao local, mas não conseguiu reanimar Vanessa que era formada em Enfermagem e, atualmente, estudava para concurso público. 

Os pais dela são da cidade de José de Freitas, no interior do Piauí, e estão inconsolados. 

O velório acontecerá na funerária Pax União, na avenida Miguel Rosa, em Teresina. 

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com
Com informações Josiane Sousa (TV Cidade Verde)

Imprimir