Cidadeverde.com
Geral

Secretário anuncia sistema de reconhecimento facial para combater crimes

Imprimir

O secretário de segurança do Piauí, Fábio Abreu, está apostando na tecnologia para combater crimes de roubos no estado. Nesta quinta-feira (10), durante entrevista à TV Cidade Verde, ele anunciou que entra em operação ainda este ano, um sistema capaz de identificar autores de delito através do reconhecimento facial.

“Nessa parte dos pequenos roubos nós vamos ter uma resposta nuito grande, através desses recursos que estão chegando (empréstimo de R$ 100 milhões). Parte será empregado em sistema de monitoramento. O nosso sistema, que será implantado ainda este ano, vai ser capaz de reconhecer a face desse individuo ou a placa do transporte”, afirmou.

Segundo Fábio Abreu, representantes da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) estão em Teresina tratando da implantação desses sistemas. “Fizemos uma reunião ontem com membros da Senasp, que estão aqui hoje fazendo todas as tratativas, inclusive a parte técnica para recebermos um sistema big data, que vai ser uma revolução acompanhado do que nós temos de planejamento”, destaca.

O secretário ainda anunciou um sistema de inteligência artificial batizado de “Iara”, que vai auxiliar além de policiais, a população em geral.

“Temos um sistema de inteligência artificial que vai funcionar coordenando toda essa área de tecnologia, já escolhemos o nome, vai se chamar Iara e vai dialogar com as pessoas. Está em fase de licitação. Esse sistema vai desde ensinar para as pessoas como registra o BO, a dizer ao policial que está na rua o que ele deve fazer de procedimento. Com isso, vamos associar as câmeras de monitoramento e as tornozeleiras para saber se aquele indivíduo tem algum mandado de prisão”, explica.

Foto: Yasmim Cunha

“Até o final do ano essa parte tecnológica estará bastante ativ. Vamos ter uma redução significativa em relação ao pequeno roubo. A redução dos homicídios já está dentro do controle”, acrescentou Abreu.

Recentemente, foi aprovado pelos deputados estaduais uma operação de crédito no valor de R$ 100 milhões que será toda investida no setor de segurança. “Vamos ter condições de repor todas as viaturas necessárias na capital e interior. Serão 400 viaturas, além da reestruturação das unidades policiais sejam civis e militares e do Corpo de Bombeiros. Estou otimista quanto a liberação desses recursos ainda este ano”, finalizou.

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Imprimir