Cidadeverde.com
Geral

Criança que adora ser Bombeiro ganha festa de aniversário dentro da corporação

Imprimir
  • festa15.jpg Yasmim Cunha
  • festa14.jpg Yasmim Cunha
  • festa13.jpg Yasmim Cunha
  • festa12.jpg Yasmim Cunha
  • festa11.jpg Yasmim Cunha
  • festa10.jpg Yasmim Cunha
  • festa9.jpg Yasmim Cunha
  • festa8.jpg Yasmim Cunha
  • festa7.jpg Yasmim Cunha
  • festa6.jpg Yasmim Cunha
  • festa5.jpg Yasmim Cunha
  • festa4.jpg Yasmim Cunha
  • festa3.jpg Yasmim Cunha
  • festa2.jpg Yasmim Cunha
  • festa1.jpg Yasmim Cunha

Hoje o Corpo de Bombeiros atendeu uma ocorrência diferente e especial: recepcionar o "Pelotão do Ricardinho", que completa quatro anos e é apaixonado pelos bombeiros. Vestido como um, ele visitou pela primeira vez a sede dos "seus heróis", na avenida Miguel Rosa, na zona sul de Teresina.

Na companhia dos amiguinhos e da família, o estudante Ricardo França conheceu um pouco do trabalho dos bombeiros. Tímido, Ricardinho não quis muita conversa com a imprensa, mas não faltou disposição para brincar com os amigos e aproveitar o seu dia. Nas poucas palavras, disse que gosta dos bombeiros porque eles "apagam o fogo" e o "carro grande" chama a sua atenção. 

A família não sabe precisar de onde surgiu tamanho interesse pelos combatentes, pois ninguém da família serviu à corporação. O pai é advogado e a mãe publicitária. Quem sabe Ricardinho seja o primeiro a escrever essa história, pois a chama já está acesa no coração do pequeno.

A mãe do Ricardinho, a publicitária Henriette França, conta que para fazer a surpresa para o filho escreveu uma carta ao comando pedindo que autorizasse a festa de aniversário do filho na sede do Corpo de Bombeiros, que teve retorno positivo para a alegria da família.

"Ele gosta de vestir a fardinha e ficar andando com ela. Ele sempre gostou dos bombeiros, mas esse ano ficou mais intenso. Ele tem essa atração por construção, máquinas. Nós falamos que o aniversário dele seria aqui, mas ele só acreditou mesmo quando chegou".

O pai e advogado Dilson Lopes conta que o filho costuma brincar com as mangueiras e tenta pegar até os extintores do prédio em que moram. Ricardinho é muito ativo, espontâneo e brincalhão, diz o pai.

Sobre a admiração do filho, Dilson diz sentir orgulho. "Os bombeiros são os heróis da sociedade. Eles dão a vida pela nossa segurança. A gente estimula essa admiração", conta.

A mãe do Heitor Almeida, um dos convidados, disse que todo dia ele perguntava pela festa: "mamãe, é hoje", disse Talysse Graciano. "Ele tava muito ansioso e animado para conhecer porque só via pela televisão". Ao vivo, Heitor disse que os carros são grandes e escolheu o preferido, e fez questão de andar nele.

A major Najra Nunes, do Corpo de Bombeiros, agradeceu o "reforço extra de equipe" nesta quinta. Ela conta que, na verdade, quem ganha o presente de aniversário é o Corpo de Bombeiros diante de todo o carinho. 

"A nossa intenção não é necessariamente formar futuros bombeiros, mas jovens e, posteriormente, adultos com a cultura de socorrista, de cuidar e amar o próximo, que nós bombeiros temos. Nós estamos gratificados", declarou.

 

Flash Carlienne Carpaso
[email protected]

Imprimir