Cidadeverde.com
Últimas

Acidente deixa nove pessoas feridas em colisões com três veículos na BR-343

Imprimir
  • veiculo-3.jpg Francisco Rabelo/TV Cidade Verde
  • veic2.jpg Francisco Rabelo/TV Cidade Verde
  • carro-veículo.jpg Francisco Rabelo/TV Cidade Verde
  • a3.jpg Francisco Rabelo/TV Cidade Verde
  • a2.jpg Francisco Rabelo/TV Cidade Verde
  • a1.jpg Francisco Rabelo/TV Cidade Verde

Um grave acidente na BR-343 próximo ao Km 26 em Altos, deixou nove pessoas feridas, entre elas, um cadeirante e o desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí, Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho, que estava em um dos veículos com a família. A colisão envolveu três veículos e ocorreu por volta das 18h de ontem (10).

O acidente foi registrado próximo a Colônia Agrícola Penal Major César. Segundo o inspetor  da Polícia Rodoviária Federal, Alexandro Lima, até o momento não houve vítimas fatais. Ele explica qual a análise inicial da perícia. “É muito primário informar as causas desse acidente envolvendo esses três veículos. A priori, a informação que temos é que foi uma colisão lateral seguida de saída de pista com tombamento”. 

Os veículos envolvidos foram uma S-10 com quatro pessoas, um Corsa com três pessoas,  e um Fiat com dois passageiros. Quatro pessoas ficaram presas às ferragens e sofreram colisões graves.

Segundo o PRF, as vítimas com lesões graves foram socorridas com consciência. Uma das vítimas é cadeirante e precisou de auxílio do socorro para sair do veículo. No Fiat Estrada houve necessidade de desencarceradores para retirar os passageiros das ferragens.

Entre as nove vítimas estavam o desembargador Luiz Gonzaga Brandão, a filha Áurea Brandão, a esposa Maria Cilda e o motorista da família, que estavam na picape S-10.

Todas as vítimas foram socorridas pelo SAMU e encaminhadas para hospitais de Teresina. 

O inspetor da PRF adverte que o local é palco de acidentes constantes, geralmente por ultrapassagens não permitidas. “Neste feriado estaremos reforçando a fiscalização. Alertamos para certas ultrapassagens que alguns condutores insistem em realizar em locais proibidos”.

 

Valmir Macêdo (Com informações do Notícias da Manhã)
[email protected]

 

Imprimir