Cidadeverde.com
Esporte

Grêmio goleia o Atlético-MG e entra no G6 do Campeonato Brasileiro

Imprimir

O Grêmio entrou no G6 do Campeonato Brasileiro. Hoje (13), no estádio Independência, os comandados de Renato Gaúcho venceram o Atlético-MG por 4 a 1, pela 25ª rodada da competição e desbancaram o Internacional do grupo de classificação à próxima Libertadores.

Os gols foram de Galhardo, Pepê e Maicon para o Grêmio. Di Santo fez para o Atlético. Com 41 pontos, o time gaúcho passa a ocupar o sexto lugar. Já os mineiros têm 31, em 11º, e vivem crise. O técnico Rodrigo Santana tem cargo ameaçado e pode ser demitido.

O Grêmio encara o Bahia na próxima rodada. O jogo será na quarta-feira, em Porto Alegre. Já o Atlético-MG visita o CSA no mesmo dia.

O Grêmio não conseguiu impor seu futebol no início da partida. Sem a mesma posse de bola que mantém normalmente, o time de Renato Gaúcho viu o Atlético-MG crescer e empilhar conclusões. Quando era fragilizado na partida, porém, o time gaúcho conseguiu abrir o placar com gol "sem querer". 

Galhardo, pela direita, tentou cruzar, mas a bola deu na trave e no goleiro Wilson antes de entrar. Na frente, o Grêmio cresceu e chegou ao segundo ainda na etapa inicial, com Maicon, de pênalti. 

E mesmo que tenha levado um susto com gol de Di Santo, viu o resultado mais tranquilo logo no início do segundo tempo com gol de Pepê. Alisson fechou o placar no fim do jogo.

O Atlético-MG bem que tentou imprimir um ritmo ofensivo na partida. Mas depois de empilhar chances perdidas, o time mineiro se viu atrás no marcador com um lance fortuito. 

Em diante, se perdeu, e quando esteve "nas cordas", descontou. Após consultar o VAR, o árbitro marcou pênalti de Galhardo em Luan. "Eu achei que não foi pênalti. Teve contato, mas ele deu. O André também caiu e nem olharam o VAR. Tem que ser para os dois lados", reclamou o lateral gremista. Di Santo marcou na cobrança.

A ideia era sair ao ataque de vez na etapa complementar. Mas o gol de Pepê esfriou os ânimos, fez a equipe perder a cabeça e tudo ainda ficou mais difícil após a expulsão de Cazares. Sem forças, a derrota foi inevitável.

Rafael Galhardo abriu o placar para o Grêmio aos 33 do primeiro tempo. Maicon fez o segundo, de pênalti, aos 43. Di Santo, do Atlético-MG, também de pênalti, descontou aos 48 da etapa inicial. Mas Pepê marcou com um minuto de segundo tempo, e aos 50 do segundo tempo Alisson definiu o placar.

Fonte:UOL/FOLHAPRESS

Imprimir