Cidadeverde.com
Geral

Encontro Interestadual de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio Parnaíba será realizado em Teresina

Imprimir

Com o objetivo de apresentar as melhores experiências sobre a preservação e revitalização de rios no Brasil, o I Encontro Interestadual de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio Parnaíba será realizado, nos dias 28 e 29 de novembro, no auditório da sede da Justiça Federal no Piauí. O evento tem o apoio do Governo do Estado.

O evento será promovido pelo Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Parnaíba (CBH) e pretende reunir 300 gestores públicos, Comitês de Bacias Hidrográficas, profissionais de órgãos públicos, profissionais de engenharia, biologia, comunidade acadêmica, representantes das indústrias e comércio, além das empresas privadas ligadas aos setores hídricos e ambientais localizadas na bacia hidrográfica do Rio Parnaíba.

Será abordado e debatido um conjunto de temas relacionados à revitalização, destacando: bacias hidrográficas dos rios São Francisco e Parnaíba; escassez hídrica, transposição e revitalização de bacias; integridade biótica e biomonitoramento; etapas da criação do CBH Parnaíba; e saneamento urbano e rural em bacia hidrográfica.

De acordo com o presidente-interino do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Parnaíba, engenheiro agrônomo Avelar Damasceno Amorim, coordenador-geral do evento, serão 16 horas de debates. “Vamos produzir um documento final contendo os relatos das experiências apresentadas durante o encontro, resultante das atividades técnico-científicas, tais como: palestras, mesas redondas e exposições técnico-culturais”, ressaltou o coordenador.

O I Encontro Interestadual de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio Parnaíba é também integrador das sub-bacias hidrográficas de Balsas-Maranhão, Gurguéia e Canindé-Piauí, Serra da Ibiapaba e Sertões de Crateús-Ceará. “As palestras objetivam aprofundar os debates sobre as temáticas propostas no âmbito do evento e apresentar experiências desenvolvidas no contexto interestadual. As mesas redondas irão introduzir os eixos temáticos e suas fronteiras de conhecimento aos participantes. Assim, as exposições temáticas serão realizadas por parceiros que desejem divulgar ações e projetos vinculados às bacias hidrográficas”, explicou Avelar Amorim.

 

redacao@cidadeverde.com 

Imprimir