Cidadeverde.com
Geral

Polícia investiga se acidente na avenida Raul Lopes foi forjado; assista vídeo

Imprimir

Imagens de câmera de segurança vão auxiliar o 5º Distrito Policial a esclarecer as circunstâncias de um caso considerado inicialmente como um acidente de trânsito.

O caso ocorreu na semana passada na Avenida Raul Lopes, na zona Leste de Teresina. Informações preliminares davam conta que um ciclista foi atropelado por um veículo na contramão e atirou no motorista do carro. Contudo, um vídeo revela que, aparentemente, não houve colisão que teria sido forjada pelo ciclista. 

Nas imagens é possível perceber o ciclista e um carro trafegando na contramão. Em determinado momento, o veículo passa pelo ciclista e para mais na frente. Alguns segundos depois, o carro volta de ré aparentemente sem colidir no ciclista ou na bicicleta. Mais adiante é possível ver um 'clarão', possivelmente, o primeiro disparo feito pelo ciclista. O tiro atingiu o estudante de Educação Física Carlos Roberto Abreu dos Santos Júnior que estava ao volante e foi alvejado no tórax. 

De acordo com a investigação do 5º DP, o local do suposto crime de trânsito aparentava uma colisão do tipo frontal, cena que distorce das imagens gravadas por câmeras de segurança. Fotos feitas no dia mostram a bicicleta embaixo de um dos pneus do carro, o parachoque levantado para fora e uma garrafa de cerveja em pé.

Fotos: Tiago Melo/ TV Cidade Verde


OCUPANTES DO CARRO

Além do estudante estavam no carro mais dois amigos que foram ouvidos no 5º Distrito Policial e revelaram que vinham de uma festa de aniversário. Em depoimento, a namorada do motorista baleado confessou que entrou na contramão por engano e ao perceber o erro deu o carro para Carlos Roberto que voltou de ré, momento em que foram abordados pelo ciclista armado e o estudante foi alvejado.

Na versão dos ocupantes do veículo, o acidente foi forjado. 

 

CICLISTA NÃO IDENTIFICADO

Três dias após o crime, o ciclista ainda não foi identificado. A hipótese se de que ele seria um policial militar não foi confirmada pelo 5º DP. 

Caso seja comprovado que não houve acidente, o ciclista pode responder por tentativa de homicídio e também por ter alterado a cena do crime. 

Informações sobre a identidade do ciclista podem ser repassadas anonimamente através do  86 9 8848-8772.

 


Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir