Cidadeverde.com
Esporte

Com recorde de público, Corinthians é campeão paulista no feminino

Imprimir

A equipe do Corinthians derrotou o São Paulo por 3 a 0 neste sábado (16) e conquistou pela primeira vez o Campeonato Paulista feminino. Em uma campanha com 100% de aproveitamento, o alvinegro chegou à conquista em jogo que também marcou um recorde de público no futebol feminino de clubes.

Foto - corinthians.com.br

Com 28.609 espectadores, um público composto por diversas famílias e crianças assistiu ao time da casa dominar o adversário durante toda a partida. No jogo de ida, disputado no Morumbi com público estimado em 8 mil pessoas, o Corinthians também derrotou o tricolor, pelo placar de 1 a 0.

Antes da partida deste sábado, o maior publico registrado na modalidade ocorreu no duelo entre Santos e Iranduba, pela semifinal do Campeonato Brasileiro de 2017, com 25,3 mil pessoas na Arena da Amazônia, em Manaus.

O resultado começou a ser construído quando Victoria Albuquerque marcou para o Corinthians logo no início do jogo, aos cinco minutos. Na transmissão online da partida, o gol chamou a atenção: em uma ação da Federação Paulista de Futebol (FPF), da ONU Mulheres e da agência de publicidade BETC/Havas, o placar marcou 0,8 a 0 para o time da casa. A intervenção foi uma referência a dados que mostram que mulheres recebem salários 20,5% menores que os de homens na mesma função. 

Ainda no início, a experiente Cristiane, estrela da seleção brasileira, assumiu o papel de líder são-paulina, dando broncas numa equipe assustada e tentando recuperar a calma das jogadoras.

Foi apenas na segunda parte do primeiro tempo que as visitantes criaram coragem e tiveram duas boas chances: com Brenda chutando forte, mas sendo rebatida por Tainá, a goleira corintiana, e com a finalização de longe de Valéria, que acabou pro lado de fora.

Aos três minutos da etapa final, Juliette ampliou para o alvinegro após um contra-ataque puxado por Giovanna Crivelari e Milene.

A reposta veio aos 25, quando o São Paulo teve seu melhor momento da partida: com vários chutes das são-paulinas interceptados pelas corintianas e com uma batida colocada de Cristiane, cortada por Katiusca. O bom momento acabou com Tainá, a goleira da casa, lesionada e tendo de sair de campo de maca, substituída por Lelê.

Dez minutos depois, Milene fez o terceiro gol, que fechou o placar. Ela comemorou tirando a camisa e jogando para a torcida.

O São Paulo perdeu a oportunidade de levar seu terceiro título do Paulista, enquanto o Corinthians coroou um ano que teve o título da Libertadores e o vice campeonato brasileiro -a Ferroviária, de Araraquara, foi a equipe campeã.

Fonte: Folhapress

Imprimir