Cidadeverde.com
Política

Novos juízes do TRE tomam posse e prometem fiscalização e punição célere

Imprimir
  • plenario-tre-2019-roberta1.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • plenario-tre-2019-roberta.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • membrostre-2019-paeslandim.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • membrostre-2019-d.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • membrostre-2019.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • lucas-rosendo-juizfederal-tre-roberta1.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • juizesfederais-lucas-agliberto.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • desembargador-paeslandim-roberta-tre.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • desembargador-paeslandim-roberta1.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • agliberto-juizfederal-roberta.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) empossou nesta terça-feira (19) dois novos juízes. Agliberto Gomes Machado e Lucas Rosendo Máximo de Araújo foram empossados nos cargos de juízes membros da Egrégia Corte Eleitoral, nas categorias de juiz federal e juiz federal substituto, respectivamente, para o biênio 2019/2021.

Agliberto substituirá o juiz federal, Daniel Santos Rocha Sobral, cujo mandato terminou em outubro. O presidente do TRE-PI, desembargador Francisco Antônio Paes Landim Filho, conduziu a posse. 

O juiz federal apontou como base, para o trabalho da justiça eleitoral, a fiscalização e punição rápida. 

"A punição demorada gera sensação de impunidade. As pessoas, com o tempo, nem lembram mais do que aconteceu. Uma justiça demorada é uma justiça que não tem sentido. O TRE do Piauí tem funcionado muito bem. O TRE do Piauí é um exemplo de justiça célere porque eu estou assumindo agora e tenho poucos processos no meu gabinete. Isso é um sinal de que houve um trabalho célere e diligente para que as ações fossem julgadas", afirmou o juiz Agliberto. 

Agliberto Machado também foi empossado como o novo diretor da Escola Judiciária Eleitoral do estado do Piauí (EJE) para o mesmo biênio.

Natural de Piracuruca-PI, o Dr. Agliberto Machado foi funcionário e advogado do Banco do Brasil. Na magistratura o juiz Agliberto tem carreira como juiz federal substituto pelo judiciário de vários estados como Amazonas, Pará, Maranhão e Bahia. 

O juiz federal Lucas Rosendo tem carreira como técnico e analista judiciário e auditor fiscal do Trabalho nos estados do Maranhão e Piauí.

Presidente fica até abril

O presidente do TRE permanece no cargo até abril de 2020, em virtude do seu afastamento durante o periodo eleitoral no ano passado, por causa da candidatura do irmão - Paes Landim - a deputado federal. "As eleições deverão ocorrer regimentalmente no ano que vem. Eu permaneço na presidência até abril, já que meu mandato foi recomposto em razão do meu afastamento no período eleitoral. Nós permaneceremos até abril, quanto então haverá eleição para presidente e vice presidente do tribunal", afirmou.

 

Flash de Valmir Macedo
[email protected]

Imprimir