Cidadeverde.com
Esporte

Com 2 derrotas em lutas pelo bronze, judô brasileiro fica fora do pódio na China

Imprimir

O judô brasileiro encerrou a sua participação no World Masters de Qingdao fora do pódio. Neste sábado, último dia de competições na China, os pesos pesados David Moura (+100kg) e Maria Suelen Altheman (+78kg) até participaram de lutas que valiam o bronze, mas perderam, ficando sem medalhas.

David Moura venceu as três lutas que fez na fase preliminar, passando por Sven Heinle, da Alemanha, Ushangi Kokauri, do Azerbaijão, e Roy Mayer, da Holanda. Nas semifinais, porém, perdeu por ippon para o atual campeão mundial Lukas Krpalek, da República checa. Depois, na luta pelo bronze, foi superado pelo holandês Henk Grol.

Maria Suelen, por sua vez, venceu Kayra Sayit, da Turquia, e Sara Alvarez, da Espanha, nas suas duas primeiras lutas, mas perdeu nas quartas de final para Shiyan Xum, da China. Na repescagem, obteve sua terceira vitória por ippon, contra a ucraniana Yelizaveta Kalanina. Só que levou três punições diante da sul-coreana Hayun Kim na sua luta seguinte, permitindo que a judoca asiática faturasse o bronze.

Mais uma brasileira avançou nas etapas de preliminares do World Masters neste sábado. Foi a peso pesado Beatriz Souza, que ganhou da sul-coreana Mi Ji Han e da israelense Raz Hershko nas duas primeiras rodadas, perdendo nas quartas de final para Iryna Kindzerka, do Azerbaijão. Na repescagem, perdeu por ter levado mais punições contra Marina Slutskaya, da Bielo-Rússia.

OUTROS RESULTADOS - Outros cinco brasileiros competiram neste sábado na China. Leonardo Gonçalves (100kg) e Rafael Silva (+100kg) foram eliminados na segunda luta, enquanto Mayra Aguiar (78kg), Rafael Macedo (90kg) e Rafael Buzacarini (100kg) perderam logo na estreia.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir