Cidadeverde.com
Geral

Duas subestações devem ser instaladas nas zonas Sul e Leste em 2020

Imprimir

Foto: Ascom Equatorial

Duas subestações elétricas devem ser implantadas em Teresina em 2020. Com previsão de inauguração no mês de abril, a zona Sul de Teresina será beneficiada com a Subestação Esplanada, e a região Leste, com a Subestação Ininga. Para a conclusão das obras, foram investidos R$ 21 milhões de reais.

A zona sul de Teresina é hoje uma das regiões da capital que mais crescem, tanto pelo surgimento de novos bairros como Residencial Teresina Sul e Conjunto Eduardo Costa, além da ampliação da indústria e comércio no entorno desses centros populacionais. A última subestação construída para o fornecimento de energia na região foi no ano de 2012, com a subestação Polo Industrial Sul.

Com um investimento de R$ 10 milhões, a obra da nova subestação, localizada no bairro Esplanada, beneficiará aproximadamente 84 mil famílias, levando cinco vezes mais energia para a zona sul.

Zona Leste

A região da zona leste da capital, que hoje concentra grandes centros comerciais e um polo gastronômico, há 14 anos não ganha uma nova subestação, que a partir de dezembro de 2020 vai beneficiar diretamente 100.000 unidades consumidoras 

A subestação possui 50 MVA de potência e contará também com a instalação de uma linha de 6,5 km de extensão. Foram investidos cerca de R$ 11 milhões.

“Seguimos firmes trabalhando todo dia pela energia do nosso Estado. Investimentos como das subestações Esplanada, Ininga e a Linha de Distribuição Piripiri-Esperantina são reflexo do nosso compromisso com todos os piauienses. A melhoria no fornecimento energético se transforma em oportunidade de negócios, em empregos e em satisfação dos nossos clientes”, disse o presidente da Equatorial Piauí, Nonato Castro.

Da redação
[email protected]

Imprimir