Cidadeverde.com
Geral

Bombeiros registram 75 afogamentos e alertam para uso de bebida alcoólica

Imprimir

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O Corpo de Bombeiros do Piauí registrou 75 ocorrências de afogamento em 2019. Deste casos, 49 pessoas não resistiram e morreram. 

Em Teresina, os maiores registros foram nos rios Parnaíba e Poti. Dos 75 casos, o Corpo de Bombeiros conseguiu resgatar 26 pessoas com vida. As estatísticas são referentes aos meses de janeiro a novembro deste ano.

A major Najra Nunes faz um alerta para que os banhistas tenham cuidados ao entrar nos rios Poti e  Parnaíba por conta, principalmente, de dragas. Nestes pontos há mais registros de afogamento. 

"Essa regiões de dragas são áreas de grande risco porque nessas áreas se formam buracos e alguns banhistas caem nesses  buracos,de repente, e entram em pânico. Muitas vezes também acontece de se formar um redemoinho e esse banhista acaba não conseguindo sair dessa força que puxa para o buraco. E se a pessoa não manter a calma, acaba ingerindo bastante água encharcando os pulmões e vindo a óbito. Muitas vezes esses buracos formados por dragas também estão muito próximas às margens dos rios e  as pessoas ficam nadando ali no raso e acabam caindo nesses buracos", alerta. 

Foto: Izabella Pimentel

O comandante do Corpo de Bombeiros de Parnaíba, major Rivelino Moura, conta que, no litoral do Estado, houve maiores registros de afogamentos em rios e lagoas. No mar a maioria das ocorrências foram acidentes.

O major ressalta que, em quase todos os casos atendidos pelo Corpo de Bombeiros, o banhista ingeriu bebida alcoólica. Muitos também entram nas águas sem ao menos saber nadar.

"Esses casos refletem alguns descasos com a segurança. Às vezes a pessoa ingere bebida alcoólica e entra em águas profundas. A recomendação é que ingerindo bebida alcoólica, a pessoa  pelo menos não banhe em local em que o nível da água não ultrapasse da cintura. É preciso ter cuidado com profundidade da água, se  no local tem guarda - vida ", disse o major Rivelino.

Neste fim de ano por conta do aumento no número de turistas, o litoral do Piauí terá reforço na equipe de salvamento nas praias do Estado. 

O objetivo é reduzir os casos de afogamentos e alertas banhistas sobre riscos. 

 

Izabella Pimentel
[email protected] 

Imprimir