Cidadeverde.com
Cidades

Vídeos: carros atolados, poeira e muita lama nas rodovias que cortam o Piauí

Imprimir

Imagens cedidas por Cerrados Agrícolas

 

O Cidadeverde.com teve acesso a vídeos que mostram as dificuldades dos que precisam trafegar pelas PI-392 e PI-397. Poeira e lama intercalam entre uma chuva e outra, principalmente nos últimos dias.  Os problemas, segundo o presidente da Associação dos Produtores de Soja do Piauí (Abrosoja-PI), Alzir Pimentel Neto, são antigos e a expectativa é que essa realidade mude ainda em 2020.

Alzir Pimentel ressaltou que por diversas vezes os produtores da região já levaram a situação das rodovias piauienses ao Governo do Piauí. "A resposta de quase sempre é que estão aguardando recursos". Ele disse ainda que  toda a PI-392 aguarda asfaltamento, desde o município de Currais 

Ele explica que a PI-392 está sem asfaltamento ao longo da sua extensão do município de Currais até a Ribeiro Gonçalves.  Mais de 40 mil veículos passam por ano. 

"É muito lamaçal, muita água acumulada, muitos atoleiros.  Caminhões viram e tombam. O custo (na produção) fica mais elevado por causa dos fretes; poucos (são os motoristas) que aceitam trafegar nessa região, nessa época é ainda mais difícil". 

Alzir ressaltou que recebeu a informação de que as obras na PI-392 sejam iniciadas dentro desse mês em dois trechos já licitados:  cerca de 16 km subindo a Serra Grande, dentro de Baixa Grande do Ribeiro, e o espaço logo em seguida que liga até uma unidade de armazenagem de uma empresa da região. 

Já a questão da PI-397 (Trascerrados) é a sua conclusão. Das 117 km, falta asfaltar cerca de 27 km, do município de Sebastião Leal a Bom Jesus.  Ela liga região Norte-Sul do estado. 

Parte dessas obras estão inclusas no Fenisa 1.

Respostas

O Departamento de Estradas e Rodagens (DER) envou uma nota na tarde desta sexta-feira (10) informando que "os buracos e desníveis surgem por se tratar de uma estrada bastante desgastada pelo tempo de sua implantação. Com as chuvas, a situação se agrava ainda mais". 

"Na PI-397 ao todo são 117 km de responsabilidade do DER e destes, já temos 100 km asfaltado. A extensão total deste trecho corresponde a exatos 360 Km. Já na  PI-392 (Baixa Grande do Ribeiro) que também pertence aos cuidados do DER, informamos que o Governo Estadual busca recursos para que as obras sejam retomadas. No momento, novas empresas e novas licitações são reprogramadas para em breve estas estradas recebam novamente maquinário e os  serviços necessários". 

Com relação às obras da Transcerrados, a Setrans-PI informa que está aguardando a liberação de recursos Federais para a execução das obras, que ultrapassam os R$ 200 milhões.


Imagens cedidas por Cerrados Agrícolas

 

 

 

Carlienne Carpaso
[email protected]

Imprimir