Cidadeverde.com
Economia

Prefeitura de Teresina reajusta IPTU e taxa de coleta de lixo em quase 4%

Imprimir

Foto: Roberta Aline / Cidadeverde.com

A Prefeitura de Teresina reajustou em 3,91% o valor do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para o exercício de 2020. O decreto que autoriza o novo valor foi publicado nesta terça-feira (14) no Diário Oficial do Município. O índice vale também para a taxa anual de coleta dos resíduos.

Segundo a prefeitura, o reajuste corresponde à variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo Especial - (IPCA-E), apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) entre os meses de janeiro a dezembro de 2019.

Ainda de acordo com o município, os carnês do IPTU serão enviados para a casa dos contribuintes no início de fevereiro. As condições de pagamento serão as mesmas do ano passado:  desconto de 7% em caso de cota única até o dia 31 de março ou dividido em seis parcelas.

"Esse reajuste é apenas o da inflação, não tem nenhum outro tipo de reajuste. As condições de pagamento são as mesmas do ano passado, com a cota única no dia 31 de março, com desconto de 7%. Quem quiser parcelar, a primeira vence também no dia 31 de março, depois em cada final de mês”, explica Francisco Canindé, secretário de finanças.

A prefeitura ainda não fechou o levantamento de quantos imóveis terão que pagar IPTU este ano. Em 2019, 65 mil terrenos estavam aptos a pagar o tributo, além de 235 mil imóveis residenciais e 29 mil imóveis comerciais. A expectativa de arrecadação no ano passado foi de R$ 79 milhões.

“Ainda estamos fechando o levantamento de quantos imóveis. Até o final da semana a gente já deve ter esse dado”, afirmou o secretário.

O IPTU é destinado para o custeio de serviços na cidade de Teresina, despesas com pessoal, asfaltamento, limpeza pública, entre outros.

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir